Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Divulgação
catapneus
A Operação Cata Pneus, da Prefeitura de Goiânia, chega nesta quarta-feira (17) à região Oeste da capital. O objetivo é retirar do ambiente potenciais criadouros do Aedes aegypti e conscientizar os moradores sobre a importância de combater o mosquito. Na primeira edição deste ano, realizada na região Norte, foram coletados 4.434 pneus.

Com a alta frota de veículos na capital, a quantidade de pneus descartados também é elevada. 'Por serem considerados um dos principais criadouros do Aedes, o destino destes materiais deve ser adequado', destaca a superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS), Flúvia Amorim.

Após serem recolhidos, os pneus são encaminhados para reciclagem, que é considerada uma maneira adequada de descarte pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente. Com o período chuvoso o poder público trabalha para eliminar qualquer possibilidade de focos do mosquito e para este mês de janeiro ainda estão previstas ações similares nas regiões Sudoeste e Noroeste.

Resultados

Durante a Operação Cata Pneus desta quarta-feira, 17, a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia divulgará os resultados do mapeamento das áreas de risco para infestação do Aedes aegypti na capital. Cerca de 27.000 imóveis de todos os bairros foram vistoriados entre 8 e 12 de janeiro deste ano.

A partir dos resultados, a SMS também irá anunciar quais as medidas serão tomadas para combater o vetor nos setores com maior vulnerabilidade. Para o Ministério da Saúde, um Levantamento Rápido do Índice de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) com valores inferiores a 1%  são considerados satisfatórios. De 1% a 3,9% há indicação de situação de alerta. Já os números superiores a 4% revelam risco de epidemias, como de dengue, por exemplo.

Da Prefeitura de Goiânia

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757