Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

goianialarissaartiaga

(Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730)

A minuta do projeto de atuali­zação do Plano Diretor de Goiânia só chegará à Câmara Municipal no próximo mês de fevereiro, com o retorno dos vereadores ao trabalho depois do recesso parlamentar. A gestão do prefeito Iris Rezende (PMDB) deixou para este ano o envio das novas diretrizes para o desenvolvimento da capital, que devem ainda ser debatidas na Casa.

Legalmente, o prazo previa elaboração e envio do projeto durante o ano de 2017, 10 anos depois da primeira edição do Plano, em 2007. No entanto, o superintendente de Planejamento Urbano da prefeitura, Henrique Alves, afirma que não há qualquer problema jurídico com o envio neste ano.

O superintendente Henrique Alves ainda explica algumas das principais mudanças apresentadas na minuta de revisão do Plano Diretor e avalia a execução das medidas que foram propostas ainda no documento aprovado em 2007.

A arquiteta e conselheira do Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU) de Goiás, Maria Ester de Sousa, participou de audiências públicas que debateram a revisão do plano diretor e aponta as principais diferenças em relação ao processo de 2007.

A arquiteta ainda avalia as consequências da pressão do setor imobiliário na discussão sobre as regras de edificação em Goiânia.

A revisão do plano diretor será enviada, em forma de minuta, à Câmara Municipal em fevereiro.

Do repórter Rubens Salomão

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757