Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
ferroviariadegoiania
O prefeito de Goiânia, Iris Rezende, assinou a ordem de serviço de R$ 5,870 milhões para dar início aos trabalhos de restauração da Estação Ferroviária, localizada na praça do Trabalhador, no setor Central. O documento também foi assinado subscrito pela presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Kátia Bogéa, que participou da solenidade ao lado da superintendente do órgão em Goiás, Salma Saddi. 

As obras devem durar pouco mais de um ano e a previsão é de que sejam finalizadas até o final de 2018, como garantiu o prefeito Iris Rezende.

Ainda sobre o entorno da Estação Ferroviária, o prefeito contou que teve reunião com o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e definiu que, em poucos dias, serão retomadas as obras do BRT.

 A presidente do Iphan, Kátia Bogéa, destacou a preocupação com a cidade de Goiânia por conta do patrimônio Art Déco e que espera voltar em breve para entregar a estação completamente restaurada. 

A Estação Ferroviária de Goiânia completou neste ano 67 anos. O prédio foi inaugurado na mesma data em que todas as demais estações no trecho de 95 km entre Leopoldo de Bulhões e a capital, no dia 7 de setembro de 1950. Só começou a operar em 1952 e teve atividades até a década de 1980, quando o pátio ferroviário de Goiânia foi levado para Senador Canedo, devido à construção da nova rodoviária da Capital e a continuidade da Avenida Goiás.

Da Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757