Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
assembleia13
A nova definição do governador Marconi Perillo (PSDB) de que não existe consideração de plano B dentro da base aliada para a eleição de 2018 repercutiu entre deputados da base e da oposição na Assembleia Legislativa. O governador afirmou, em entrevista ao site Diário de Goiás, que o plano único é a pré-candidatura de José Eliton (PSDB), e ignorou especulações por nomes como de José Vitti (PSDB) ou Alexandre Baldy (sem partido).

O governador admitiu que o vice-governador ainda é pouco conhecido, mas que a situação será alterada a partir de abril, quando Eliton vai assumir o governo. Além disso, Marconi considerou que a disputa na próxima eleição será protagonizada pela base do PSDB em conflito com o PMDB, como acontece desde 1982, e não considerou a liderança nas pesquisas do senador Ronaldo Caiado (DEM).

O líder da oposição, José Nelto (PMDB), comemorou a definição da pré-candidatura de José Eliton.

Já o líder da base aliada ao governo na Assembleia, Francisco Oliveira (PSDB), rebate as críticas da oposição.

O deputado Manoel de Oliveira (PSDB) considera a definição do governador e ataca os pré-candidatos da oposição.

Já Francisco Junior (PSD) aponta que José Eliton tem qualificações para ser definido como pré-candidato e aponta como o partido dele, o PSD, se posiciona na base para a disputa da próxima eleição.

Do repórter Rubens Salomão

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757