Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Chuva registrada nas proximidades da Avenida D, no Setor Oeste (Foto: Adriano Gonçalves/Portal 730)
banco
O número 27 parece ser o da chuva em Goiânia neste penúltimo bimestre de 2017. Em setembro, após cerca de 120 dias, ela voltou a dar o ar da graça na capital a três dias da chegada de outubro. Nesta sexta-feira, novamente no 27º dia do mês, tornou a matar a saudade dos goianienses que sofriam com os recordes de temperaturas e com o tempo seco.

No Centro da cidade, a chuva chegou por volta das 15h15 e não durou pouco mais de meia hora. Mas, como de costume, apesar do pouco tempo, ela voltou a causar transtornos na Capital e região metropolitana.

Só de registros de queda de árvores, foram pelo menos oito. Uma delas caiu sobre a frente de uma casa na Rua C-185, no Setor Nova Suíça, e destruiu parte da sala. Segundo o Corpo de Bombeiros, apesar dos estragos, ninguém se feriu na ocorrência.

Perto dali, na Rua C-181, duas árvores de grande porte caíram na rua e bloquearam a passagem de veículos. Ainda na região Sul da cidade, no Setor Pedro Ludovico, outra caiu sobre um automóvel e algumas motocicletas que estavam estacionadas na Rua 1.102, no Setor Sul.

No Setor Bueno, próximo a um supermercado de uma rede nacional, uma árvore interditou a esquina das Ruas T-68 e T-15. No Parque Amazônia, árvores foram ao chão na Rua Santarém e também em uma das principais vias do setor, a Alexandre de Moraes.

Uma casa no Setor Bela Vista também foi atingida por uma árvore de grande porte. Agentes dos Bombeiros foram acionados para verificar outra árvore cujo tronco, segundo moradores, estava prestes a ceder na Rua 105, novamente no Setor Sul. Esta, por sua vez, não caiu.

Agentes da prefeitura e do Corpo de Bombeiros realizaram os trabalhos de poda e remoção dos troncos e galhos para desobstrução das vias. Não houve registros de feridos.

A chuva se foi mas ficaram os congestionamentos. Este foi na Avenida T-2, no Setor Bueno (Foto: Waze App)
tedois

Falta de energia

Outro problema recorrente no retorno do período chuvoso à Grande Goiânia é a queda de energia. Ao longo da tarde, ouvintes enviaram mensagens à produção Rádio 730 informando que diversos semáforos da Avenida 85 no Setor Marista ficaram inoperantes, causando lentidão e transtornos inclusive nas vias adjacentes até a região da Avenida T-63. Um carro de passeio chegou a bater de leve na traseira de um ônibus do transporte coletivo.

O aplicativo Waze chegou a indicar acidentes em diversas regiões da cidade. Na BR-153, um grande congestionamento se formou no perímetro urbano da rodovia, no sentido Goiânia-Anápolis.

Morador do Parque Amazônia registrou queda de granizo (Foto: Fabrício Alves Faleiro/Ouvinte 730)
granizod

Ventania e granizo

Apesar da chuva mais fraca na região central da Capital, ela chegou mesmo com mais força na região sul e em Aparecida de Goiânia. No Parque Amazônia, um ouvinte registrou queda de granizo. Parte do setor ficou sem energia elétrica. Ventos fortes foram registrados no Morro da Serrinha.

Na Avenida Rio Verde, o estrago foi ainda maior. Um transformador estourou e parte da energia elétrica da região também ficou comprometida, causando problemas no trânsito por conta dos semáforos afetados.

Em resposta, a assessoria de comunicação da Celg Distribuição informou à 730 que equipes estão trabalhando no local para restabelecer o fornecimento o mais breve possível.

Previsão do tempo

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a previsão para este final de semana é de continue chovendo sobre a região metropolitana, mas não o dia todo.

Neste sábado (28), a possibilidade de pancadas isoladas e tempo nublado apenas no período da tarde. No domingo (29), a previsão aponta para céu encoberto também com pancadas de chuva e trovoadas isoladas. As temperaturas oscilam entre 23ºC e 32ºC, com umidade relativa do ar que pode chegar a 81%.

Vídeo: Johann Germano/Portal 730

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757