Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

João Doria discursa na Assembleia Legislativa de Goiás (Foto: Giuliane Alves/Portal 730)
doriatelao
O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP), esteve em Goiânia nesta quinta-feira (19). Ele ministrou palestra no Fórum de Gestão Goiás pela manhã e à tarde recebeu o título de Cidadão Goiano na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego).

Durante entrevista coletiva à imprensa, Doria falou sobre o alimento que será distribuído para pessoas em situação de rua na capital paulista e que vem recebendo diversas críticas: a ração humana. O prefeito também argumentou sobre a volta de Aécio Neves (PSDB-MG) para o Senado e à presidência do partido, além do assunto eleições presidenciais para 2018.

Ao ser questionado sobre a situação do PSDB sob o comando interino do senador Tasso Jereissati (CE) e o imbróglio envolvendo o presidente afastado do partido, Aécio Neves (MG), Doria preferiu colocar panos quentes.

O pensamento foi comungado pelo governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), que acompanhou o prefeito durante a coletiva. Ele afirmou que “não se justifica pedir ao senador Aécio que antecipe sua saída, já que ele não está sequer presidindo o partido”.

Apontado como um dos pré-candidatos tucanos à presidência da República, João Doria voltou a defender as prévias internas para a escolha do nome do PSDB que disputará no ano que vem, e endossou o nome de Perillo para a presidência nacional da sigla.

Da repórter Giuliane Alves

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757