Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Foto: Divulgação
smtg
Foi entregue nesta segunda-feira (9) o relatório final da Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Câmara Municipal que investiga a Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) de Goiânia. Ao longo de cerca de oito meses de trabalhos investigativos, foi apurado um rombo nos cofres públicos de R$ 52.844.414,54.

Ao todo, quatro ex-secretários, sete empresários e mais seis pessoas, entre ex e atuais servidores municipais foram indiciados pela Comissão por improbidade administrativa.

O relatório final apontou ainda os valores supostamente desviados em contratos com empresas responsáveis pelo fornecimento de cavaletes, fotossensores, controladores eletrônicos de tráfego, entre outros.

Cópias do relatório final foram encaminhados à Prefeitura de Goiânia, Ministério Público Estadual (MP-GO), Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e à Polícia Civil (PC). Os parlamentares da Comissão vão pedir ainda a abertura de uma sindicância para apurar a conduta de servidores da SMT.

A reportagem do Portal 730 não conseguiu contato com as empresas mencionadas no relatório até esta publicação

CEI da SMT nesta segunda-feira (9) (Foto: Rubens Salomão)
ceismt

Indiciados

Ex-secretários

José Geraldo Freire

Patrícia Veras

Miguel Tiago

Paulo Sanches – coronel Sanches

Sete empresários

- Marcos Pinto Rôla (dono da Trana, contrato de fotossensores)

- Venicio Prata Júnior (representante legal da empresa Trana)

- Geraldo Cabral Rôla Neto (ex-sócio da Trana e da EIT)

- Geraldo Cabral Rôla Filho (sócio da EIT)

- Cleomar Antônio de Souza (dono da JBA Ltda, empresa que fez contrato com a prefeitura para fornecer cavaletes)

- Alberto Muad Abujamra – dono da Dataprom

- Simara Previdi – dona da Dataprom

Servidores e ex-servidores municipais

- Abadio Antônio dos Santos – ex-diretor jurídico SMT

- Carlos Alberto de Miranda – engenheiro SMT

- José Carlos Martins – ex-chefe do almoxarifado e servidor da SMT

- Maria Bernadete dos Santos – ex-diretora administrativa, servidora municipal

- Patrícia Duarte – ex-diretora administrativa, servidora municipal

- Alexandre Kruk – ex-gerente administrativo

Empresas e valores investigados:

JBA Comercial (Cavaletes) – R$ 140.875

TRANA/EIT (Fotossensores) – R$ 39.291.364,96

DATAPROM (Controladores Eletrônicos de Tráfego) – R$ 5.558.384,58

Fokus Brasil Sinalização Viária Ltda. – R$ 1.595.000

WRM Indústria e Comércio Ltda. – R$ 1.766.770

Setas Comunicação Visual e Serviços – R$ 2.643.000

Filgueira e Filgueira Ltda. – R$ 99.020

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757