Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Complexo Mauro Borges (Foto: Divulgação)
mauroborges
Com a falta de chuva e a seca prolongada, moradores de Goiânia e região metropolitana sofreram com a falta de água, isso porque o rio que abastece a capital, o Meia Ponte, ficou com o nível do leito abaixo do esperado, impossibilitando assim a captação do recurso.

Para tentar solucionar o problema, o governo estadual antecipou a inauguração do Complexo Mauro Borges, da Barragem do João Leite, que abasteceria os bairros onde a crise hídrica era considerada mais grave. No entanto, mesmo com a operação e a volta da chuva, alguns bairros de Goiânia ainda sofrem com o desabastecimento.

O titular da Secretaria do Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades, e Assuntos Metropolitanos (Secima), Vilmar Rocha, explica as razões de o abastecimento ainda não ter sido normalizado.

O secretário acredita que, com a volta das chuvas, o volume de água do Rio Meia Ponte deve ser elevado.

O presidente da Saneago, Jales Fontoura, afirma que mesmo com a inauguração do Complexo Mauro Borges, o sistema Meia Ponte será importante para evitar novos desabastecimentos.

Do repórter Jerônimo Junio

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757