Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Kátia Maria (Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730)
katiamariapt
A presidente do PT Goiás, Kátia Maria, afirmou nesta quinta-feira (05), durante entrevista concedida com exclusividade à Rádio 730, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será candidato à presidência em 2018.

Em julho deste ano, o juiz federal Sérgio Moro condenou Lula, em primeira instância, a nove anos e meio de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá. No entanto, alegando ‘prudência’, Moro não decretou a prisão preventiva de Lula, que recorre em liberdade.

Focado em seu principal líder, o PT, até o momento, não demonstra ter um 'plano B' para o caso de o ex-presidente ser condenado em segunda instância. Ao analisar a situação, Katia Maria reforçou a posição do partido e disse que não há tempo suficiente para que a justiça impeça a candidatura de Lula. “Indiferente do resultado da segunda instância, haverá recurso e sob recurso qualquer pessoa pode se candidatar. O Lula será candidato ainda que seja sob recurso. Esse é o desespero da Direita, mesmo se prenderem o Lula sabem que ele pode ser eleito ou eleger quem ele quiser”, declara.

Com relação ao cenário político goiano, a presidente regional do PT reiterou que a sigla só vai se aliar com as legendas que apoiarem a candidatura de Lula. Além disso, Katia Maria ressaltou que atualmente o PT e o PMDB não conversam em Goiás. “Não conversei nem com o Maguito Vilela e nem com ninguém do PMDB. No estado de Goiás não existe clima para que PT e PMDB caminhem juntos”, destaca.

A concretização da aliança entre PMDB e PT é um desejo do deputado federal e pré-candidato ao governo do estado em 2018, Daniel Vilela (PMDB). Determinado a ser o representante da oposição, Vilela tem uma tarefa difícil pela frente: além de agradar aos interesses do próprio PMDB, ele terá que ter habilidade para apaziguar as diferenças entre o PT e o senador Ronaldo Caiado (DEM), que é abertamente contrário ao projeto petista.

Acompanhe a entrevista completa:

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757