Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
teatrogoiania
O Teatro Goiânia recebe, a partir da próxima semana, a 17ª Edição da Goiânia Mostra Curtas, evento tradicional no calendário cultural goiano. A cerimônia de abertura será na próxima terça-feira (03), às 20 horas, com pocket show da cantora Ava Rocha. Na ocasião, será homenageada a atriz paraense Dira Paes, por sua contribuição ao cinema brasileiro, em 32 anos de carreira. O encerramento da programação será no dia 08 de outubro, com celebração ao conjunto da obra do cineasta indigenista Vincent Carelli.

Neste ano, a Curta Mostra Especial tem como eixo temático Os Índios e o Cinema. Um panorama da mais recente produção audiovisual indígena será exibido, com doze filmes de sete estados brasileiros. Na programação estão também as mostras Brasil, Goiás e Animação, sessões exclusivas para crianças, workshops, palestras e lançamentos literários. Todas as atividades são gratuitas. A agenda completa pode ser conferida aqui.

A Goiânia Mostra Curtas é realizada pelo Instituto de Cultura e Meio Ambiente – Icumam, e tem apoio do Programa de Incentivo à Cultura – Lei Goyazes, da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), entre outros parceiros.

Homenagens

Além das várias atrações a Goiânia Mostra Curtas inclui tradicionalmente homenagens que buscam reverenciar a trajetória de importantes personalidades do cenário audiovisual brasileiro. Com mais de 40 filmes na bagagem, Dira Paes é uma das atrizes mais premiadas e respeitadas de sua geração e vem a Goiânia, especialmente, para receber a honraria, que destaca seu de vasto legado no audiovisual brasileiro à militância social, política e cultural.

Na noite de encerramento, o festival reverencia a trajetória do cineasta e indigenista Vincent Carelli. Filho de pai brasileiro e mãe francesa, Carelli nasceu em Paris, em 1953, e mudou-se para São Paulo aos cinco anos. Graduou-se em Ciências Sociais na Universidade de São Paulo e desde 1973 está envolvido com projetos de apoio a grupos indígenas no Brasil.

Pocket Show

A 17ª Goiânia Mostra Curtas traz, em sua abertura, um pocket show (uma curta apresentação) especial da cantora Ava Rocha, gerando um rico encontro entre a música e o cinema nacional. Acompanhada do músico carioca Marcos Campello, Ava vai apresentar um repertório fundamentado no seu primeiro álbum solo, Ava Patrya Yndia Yracema, que mistura MPB com groovesafros, amazônicos, poesia, distorções, suavidade e improvisos.

Também compositora e cineasta, Ava Rocha lançou dois discos: Diurno (Warner, 2011) e Ava Patrya Yndia Yracema (Maravilha8/ Circus 2015). Este último, citado entre os melhores do ano por inúmeras publicações nacionais e estrangeiras, rendeu a Ava o Prêmio APCA 2015 de Artista Revelação e os Prêmios Multishow 2015 de Melhor Hit e Artista Revelação. Dentre os grandes artistas com quem já gravou e se apresentou estão Jards Macalé e Gilberto Gil.

Sobre a mostra

A 17ª Edição do evento traz, do dia 3 a 8 de outubro, a exibição de 94 curtas-metragens, divididos em documentários, animações e ficções, em cinco mostras competitivas e uma especial. O festival oferece ainda atividades de formação gratuitas para profissionais e interessados em atuar na área audiovisual. Na programação, há, também, o Icumam Lab, iniciado em março e finalizado durante o festival, com assessoria e consultoria para desenvolvimento de projetos originados na Região Centro-Oeste. A intenção é fomentar a atividade audiovisual brasileira, por meio da capacitação e da exibição de um panorama atual da produção nacional em curta-metragem.

O Teatro Goiânia é uma unidade da Seduce e funciona na Avenida Anhanguera com a Tocantins, no Centro.

Do Governo de Goiás

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757