Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Jerônimo Junio/Portal 730
manifest
Cerca de 1,5 mil motoristas do Uber e do 99 Pop realizaram manifestação na manhã desta terça-feira (26) em frente ao Paço Municipal em Goiânia, contra um projeto previsto para ser votado no Senado nesta semana, que aproxima os aplicativos de transporte às regras atualmente aplicadas aos táxis.

O texto já foi aprovado na Câmara dos Deputados no mês de abril. Essas emendas tiram do projeto a descrição de que o serviço se trata de uma atividade de natureza privada, diz que os carros são de aluguel, similares a táxis, e exigem que os motoristas do Uber e de seus concorrentes sejam obrigados a ter autorização específica emitida pelo poder público municipal, o que inviabilizaria o serviço, como destaca o representante dos motoristas do Uber, Jurandir Rosa.

O prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), recebeu os manifestantes e falou que existem duas formas de resolver o problema, por meio de um projeto de lei ou por decreto. Com isso, os motoristas do aplicativo seguiram para a Câmara Municipal de, onde foram exigir dos vereadores a regularização do serviço.

Por meio de nota, a Prefeitura de Goiânia informou que respeita o direito de manifestação dos motoristas e esclarece que o texto da regulamentação dos aplicativos de transporte individual está sendo discutido de forma ampla com todos os representantes do segmento de transporte.

Do repórter Jerônimo Junio

Foto: Jerônimo Junio/Portal 730
manifestabc

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757