Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Rua 44 (Foto: Edilson Pelikano/Site Prefeitura de Goiânia)
ruaquarenteequatro
Representantes da Associação de Empresários da Região da Rua 44 e da Feira Hippie, os vereadores Romário Policarpo (PTC), Wellington Peixoto (PMDB) e Kleybe Morais (PSDC) se reuniram com os secretários municipais de Governo (Segov), Samuel Almeida, e de Trânsito (SMT), Fernando Santana, e com o comandante da Guarda Civil Metropolitana (GCM), José Eulálio. O tema em discussão foi a presença maciça de ambulantes nas ruas próximas ao Terminal Rodoviário de Goiânia, a região comercial da Rua 44.

Os lojistas e feirantes exigem que a Guarda Municipal volte a atuar na região dando segurança aos fiscais da prefeitura para a retirada dos ambulantes, e alegam que a maioria dos vendedores de rua são pessoas que já possuem lojas ou bancas em outros locais.

O grupo salienta ainda que a presença dos ambulantes está prejudicando os empresários e afugentando compradores que vêm de outras cidades e estados.

O presidente da Associação Empresarial da Região da 44, Jairo Gomes, afirma que a região tem várias demandas, mas destaca qual é a principal neste momento.

Para Jairo, o risco de um grande conflito entre lojistas e ambulantes é eminente.

Designado pelo prefeito Iris Rezende (PMDB) para conduzir as tratativas com os descontentes, o secretário de Governo, Samuel Almeida, promete uma resposta rápida por parte do Paço Municipal.

Ele ressalta que após o encontro com lojistas e feirantes, fará uma reunião com secretários para encaminhar uma solução. Porém ressalta que a decisão final será do prefeito.

A região da Rua 44 é o segundo maior polo de confecção do Brasil. São mais de 12 mil lojas, que empregam no comércio e na produção mais de 150 mil pessoas.

Do repórter Gerliézer Paulo

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757