Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Nion Albernaz (Foto: Wesley Costa/Arquivo/Flickr)
nionialbernaz
Morreu na tarde desta quarta-feira (06), aos 87 anos, o professor e ex-prefeito de Goiânia, Nion Albernaz.

De acordo com informações de familiares, o falecimento ocorreu às 15h de hoje, na casa do ex-prefeito, e a causa teria sido a falência múltipla dos órgãos.

Nion já havia sido internado no dia 16 de maio por insuficiência cardíaca e desidratação, recebeu alta três dias depois e voltou à internação no final do mês de junho, no hospital neurológico de Goiânia, por motivo de alteração na pressão sanguínea enquanto estava em sua fazenda, no município de Morrinhos.

O corpo de Nion está sendo velado no Palácio das Esmeraldas, onde, às 10h da manhã desta quinta-feira (07), acontece uma missa em homenagem ao ex-prefeito de Goiânia.

Ao término da missa, o cortejo segue em direção ao cemitério Santana, em Goiânia, onde o corpo de Nion Albernaz será enterrado às 12h desta quinta-feira.

 

Biografia:

Natural da cidade de Goiás, antiga Vila Boa, Nion Albernaz se formou em Direito e Ciências Econômicas pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Casado com Geralda Goiazira Borges Pinto, o ex-prefeito tem quatro filhos — Marcelo, Adriana, Luciana e Bruno Jaime Albernaz — e oito netos.

Nion Albernaz foi professor de matemática no Colégio Liceu de Goiânia e presidente do Departamento de Administração Geral da UFG, além de ter ocupado outras funções em instituições de ensino no início de sua carreira.

Sua trajetória política teve início como vereador em Goiânia no ano de 1958, quando foi eleito presidente da Câmara Municipal.Ele ocupou o cargo de presidente da Companhia Habitacional de Goiás e secretário de Finanças da Prefeitura de Goiânia, em 1966, e foi eleito deputado federal constituinte em 1986, obtendo a maior votação entre os demais candidatos. 

Em Brasília, participou ativamente da elaboração da Constituição Federal, promulgada em outubro de 1988. Contudo, o que marcou a carreira pública do vilaboense foi sua gestão à frente da Prefeitura de Goiânia em três mandatos, nos períodos de 1983 a 1985, de 1989 a 1992 e de 1997 a 2000. Em seu último mandato, o professor Nion, como era chamado, implantou benefícios que melhoraram a cidade e a qualidade de vida de sua população. Ele costumava dizer que recebeu uma cidade "encardida” para depois implantar um imenso canteiro de obras e programas, que podiam ser observados na beleza e limpeza das ruas e praças, no trânsito mais educado, na Educação mais bem equipada e aprimorada, e na Saúde, procurando atender melhor o cidadão.

Fonte: Assembleia Legislativa de Goiás

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757