Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Fábio Sousa (Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730)
fabiosousa3

O deputado federal Fábio Sousa (PSDB) concedeu nesta terça-feira (05) uma entrevista exclusiva à Rádio 730. Em pauta, temas como reforma política e a situação do PSDB na base do presidente Michel Temer (PMDB).

Fábio Sousa faz parte do grupo de peessedebistas, os chamados “cabeças pretas”, que não concordam com o apoio do partido ao governo Temer. Segundo o deputado federal, a aliança com o PMDB não trará benefícios para o PSDB nas eleições de 2018. “Não sei se um governo que tem cerca de 5% de aprovação consegue transferir alguma coisa boa para algum candidato do PSDB. Eu faço um apelo para o PSDB, que tem grandes nomes: coloquem a mão na consciência. Não podemos ficar atrelados a isso (governo Temer)”, defende.

No mês de julho, em entrevista à 730, Sousa criticou a indefinição do PSDB em relação à permanência na base. Além disso, ele disse que o número de peessedebistas que desejavam o rompimento com o governo estava aumentando. Apesar de discordar abertamente de algumas decisões tomadas pela cúpula da legenda, o deputado declarou que não pretende sair do PSDB. “Não tenho motivos para sair. Encontrei no PSDB nacional pessoas muito preparadas. Enquanto houver reciprocidade não vejo motivos para sair do partido. Quando essa reciprocidade acabar, aí a gente pensa em outra coisa”, reflete.

Além da permanência na base governista, uma outra questão que tem movimentado os tucanos é a escolha do novo presidente do diretório nacional. De acordo com o deputado Fábio Sousa, o nome do governador Marconi Perillo está bastante cotado nos bastidores. “O governador Marconi está sendo a pessoa mais lembrada para assumir a presidência do partido. O Marconi pode trazer alguma dinâmica nova para o partido”, ressalta.

A candidatura de Marconi à presidência nacional da legenda conta com o apoio de nomes fortes dentro do PSDB, como João Dória (prefeito de São Paulo) e Geraldo Alckmin (governador de São Paulo). A Convenção nacional da sigla está marcada para dezembro.  

Acompanhe a entrevista completa:

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757