Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Larissa Artiaga/ Portal730
goianialarissa1
A seca e o calor têm castigado os moradores do estado de Goiás. Em agosto, tivemos dias em Goiânia nos quais a temperatura mínima foi de 15 graus e a máxima chegou aos 35 graus, o que corresponde a uma amplitude térmica de 20 graus. Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

No dia 29 de agosto, Goiânia registrou o percentual de umidade mais baixo dos últimos anos, 8%. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), índices de umidade inferiores a 60% não são adequados para a saúde humana.

Na capital, não chove há três meses. De acordo com a chefe do Inmet em Goiás, Elizabeth Alves, a estiagem só deve ser interrompida na segunda quinzena de setembro.

 

O tempo seco e quente favorece a proliferação de resfriados e o agravamento de quadros de alergia. Elizabeth Alves explica quais os cuidados que a população deve tomar para não adoecer durante o período.

 

Ademais, durante a seca aumenta a incidência de distúrbios oftalmológicos e dermatológicos. De acordo com os especialistas, cuidados simples como o uso de óculos escuros e de filtro solar podem evitar esses problemas.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757