Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Pedro Chaves (Foto: Larissa Artiaga/ Portal730)
pedrochaves1
O deputado federal Pedro Chaves (PMDB) concedeu nesta terça-feira (29) uma entrevista exclusiva à Rádio 730. Na ocasião, o parlamentar analisou os cenários políticos nacional e regional.

Acerca das eleições de 2018, Chaves, que está em seu quinto mandato como deputado federal, deixou claro que não pretende pleitear o posto na Câmara novamente. “Não disputarei a reeleição para deputado federal. Meu projeto é voltado para o senado. Nós (oposição) temos duas vagas para o senado e eu acredito que uma delas será ocupada por um membro do PMDB”.

Despontam, pela oposição, como pré-candidatos ao governo o deputado federal Daniel Vilela (PMDB) e o senador Ronaldo Caiado (DEM). Na base governista, a tendência é que José Eliton (PSDB) concorra como candidato ao governo e que Marconi ocupe uma das vagas de senador.

Tanto Caiado quanto Vilela ainda não deram indícios de que pretendem ceder para ser vice um do outro. Ao analisar a situação, o deputado Pedro Chaves evitou falar em “rachaduras” na oposição. “O senador Ronaldo Caiado sempre reconheceu o apoio do PMDB. O Caiado é um pré-candidato fortíssimo. O deputado Daniel Vilela é um jovem que tem feito um excelente trabalho na Câmara. O nome do Daniel é muito bem aceito nos municípios. Temos trabalhado para que o Democratas e o PMDB estejam juntos no ano que vem”, pondera.

Ainda de acordo com Chaves, não existe uma “fórmula mágica” que consiga aliar os interesses do DEM e do PMDB. “O Caiado disse com muita clareza que só será candidato ao governo se tiver o apoio do PMDB. A tendência é agruparmos todos os partidos de oposição em prol de uma candidatura única, que disputará contra os governistas. O nosso sonho é concretizar a união de Daniel Vilela e Ronaldo Caiado”, reforça.

Em recente entrevista concedida à 730, Caiado declarou que a oposição não poderia entrar dividida nas próximas eleições. O senador não descartou a possibilidade de se filiar ao PMDB e concorrer na mesma chapa que o deputado federal Daniel Vilela. Todavia, para que isso aconteça, Vilela teria que ceder para ser vice de Caiado, fato que parece distante de acontecer, já que o filho do ex-prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), deixou clara sua vontade de concorrer ao governo estadual.

Acompanhe a entrevista completa:

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757