Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Câmara/Divulgação
image
O ex-secretário da Secretaria Municipal de Trânsito, José Geraldo Freire, prestou depoimento à Comissão Especial de Inquérito (CEI) sobre o contrato da pasta com a empresa Dataprom, responsável pelo software de controle dos semáforos de Goiânia.

O presidente da CEI, vereador Elias Vaz (PSB), diz que as principais irregularidades encontradas no contrato foram a não abertura do protocolo do software, prevista no contrato, e o pagamento de R$ 637 mil pela prestação de serviços entre abril e novembro de 2013, quando não havia um vínculo entre a empresa e a prefeitura de Goiânia.

O ex-secretário José Geraldo Freire diz que tentou a abertura do protocolo.

José Geraldo Freire diz porque pagou pelo período sem contrato.

Para Elias Vaz, as respostas de José Geraldo aos questionamentos dos vereadores foram vazias.

Os membros da CEI aprovaram um requerimento para a convocação do atual secretário Fernando Santana e dos proprietários das empresas Meng Engenharia e da Sign, que assinaram contratos com a SMT no decorrer deste ano.

Do repórter Gerliézer Paulo

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757