Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Portal 730
iris rezende
A construção do corredor exclusivo do BRT, iniciada em 2015, estava prevista para terminar em março deste ano. No entanto, por falta de recursos, as obras ainda não foram concluídas e podem atrasar ainda mais.

Durante o mutirão da região sudoeste, realizado entre os dias 12 e 13 de agosto,o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), disse - em entrevista ao repórter Jerônimo Junio da Rádio 730 - que tomará as providências necessárias para agilizar o andamento das obras. No entanto, ainda não há previsão de quando a construção do BRT será retomada.

 

Questionado sobre o assunto, o secretário de Infraestrutura da prefeitura de Goiânia, Fernando Cozzetti, afirmou que os recursos destinados às obras foram bloqueados por causa de divergências entre órgãos de controle.

Além disso, nos últimos dias funcionários que trabalham na construção do BRT, realizaram várias manifestações, reivindicando o pagamento de salários atrasados.

Ao analisar a situação, Cozzetti disse que o pagamento dos funcionários é de responsabilidade do consórcio que realiza a obra e informou que uma reunião com dirigentes da Caixa Econômica Federal, marcada para esta semana, criará estratégias para desbloquear os recursos destinados à viabilização do BRT.

Do repórter Jerônimo Junio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757