Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Rede de alta tensão vai passar por oito bairros da região sudoeste da Capital (Foto: Reprodução/Facebook)
altatensao
Moradores de bairros da região sudoeste de Goiânia realizam neste sábado (4) a partir das 9h da manhã uma manifestação às no Setor Parque Anhanguera.

O objetivo do movimento é protestar contra a instalação de uma rede de alta tensão que vai abranger em oito bairros da região. O morador do Parque Anhanguera, Flávio Corrêa, explica que a carreata vai percorrer o local onde a linha será instalada.

As obras chegaram a começar em 2014, mas uma decisão judicial de fevereiro do ano passado paralisou os trabalhos. Toda a rede de alta tensão tem 8,5 km de extensão, e vai atravessar os Setores Parque Anhanguera, Vila Boa, Faiçalville, Jardim Presidente, Residencial Flamingo, Santa Rita, Residencial Canadá e Moinho dos Ventos, com postes que chegam a 32 metros de altura. Flávio Correa, explica porque os moradores não concordam com a obra.

O morador relata outros riscos apontados pela população da região.

O diretor de Relações Institucionais da Celg, Humberto Eustáquio, diz que o atraso no reinício das obras já causa prejuízos a região e a municípios vizinhos.

Humberto Eustáquio diz que em 82% da obra, os postes serão instalados no canteiro central das avenidas, e não trazem risco à população. Ele destaca qual o ponto das instalações é considerado mais crítico.

O representante ressalta que a CELG possui a licença para dar continuidade à obra.

O custo total da obra gira em torno de R$ 26 milhões. Ainda não há previsão para conclusão da obra, por conta de uma liminar do Ministério Público Estadual (MP-GO), expedida no final de 2015, suspendendo a construção.

 

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757