Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Flávia Morais (Foto: Portal 730)
flaviamorais
A deputada federal Flávia Morais (PDT) concedeu nesta sexta-feira (04) uma entrevista exclusiva à Rádio 730. Durante a conversa com os jornalistas Cléber Ferreira, Eduardo Horácio e Rubens Salomão, a parlamentar avaliou as consequências do arquivamento da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB) e analisou o cenário político goiano.

Questionada sobre as articulações do PDT a nível regional, a deputada afirmou que o partido ainda não decidiu se apoiará a candidatura do vice-governador José Eliton (PSDB). Além disso, Flávia Morais não descartou a possibilidade de que o PDT firme uma aliança com o PT ou com o PMDB. “O PDT ainda não definiu se apoiará José Eliton. O partido vai caminhar naquele que for o melhor projeto para Goiás. Esse pensamento (alianças entre partidos de esquerda) é legítimo e eu acredito que é coerente, mas esse é um projeto que não sei se será acompanhado em todos os estados. Estamos em um momento de conversação e seria muito precipitado anunciar esse apoio (do PDT a outros partidos)”, reforça.  

A denúncia contra Temer, pelo crime de corrupção, foi rejeitada pelos deputados na quarta-feira (03). 263 deputados votaram com o relatório do deputado Abi-ackel (PSDB-MG), ou seja, a favor do arquivamento da denúncia; outros 227 votaram "não", ou seja, pelo prosseguimento da denúncia ao Supremo Tribunal Federal (STF).

Flávia Morais está no grupo dos deputados que votaram ‘não’. Considerando os parlamentares goianos, além de Flávia votaram ‘não’: Rubens Otoni (PT), Fábio Sousa (PSDB), e Marcos Abrão (PPS). A deputada garantiu que seu voto não foi influenciado por decisões partidárias.  “Nós respeitamos muito a decisão do partido e por causa das minhas convicções o meu voto não poderia ser diferente. O voto contrário ao arquivamento não condena ninguém, estamos apenas querendo que o presidente seja investigado. As provas contra Temer não são frágeis”, ressalta Flávia Morais.

Com o resultado, a Câmara não aprova a admissibilidade para que o Supremo Tribunal Federal (STF) investigue Temer.

Com essa decisão, a denúncia é suspensa e só pode ser retomada depois que Temer deixar a Presidência da República

Ouça a entrevista completa:

Confira como cada deputado goiano votou:

Alexandre Baldy (PTN) - SIM

Célio Silveira (PSDB) - SIM

Daniel Vilela (PMDB) - SIM

Delegado Waldir (PR) - AUSENTE

Fábio Sousa (PSDB) - NÃO

Flávia Morais (PDT) - NÃO

Giuseppe Vecci (PSDB) - SIM

Heuler Cruvinel (PSD) - SIM

João Campos (PRB) - SIM

Jovair Arantes (PTB) - SIM

Lucas Vergilio (SD) - SIM

Magda Mofatto (PR) - SIM

Marcos Abrão (PPS) - NÃO

Pedro Chaves (PMDB) - SIM

Roberto Balestra (PP) - SIM

Rubens Otoni (PT) - NÃO

Thiago Peixoto (PSD) - SIM

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757