Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Carlos Alberto Barros, em entrevista à repórter Giuliane Alves (Foto: Vinícius Tondolo)
carlosf
O amigo Paulo Garcia, o ex-presidente do Vila Nova, Carlos Alberto Barros, compareceu ao velório do ex-prefeito e torcedor do Atlético Goianiense para prestar-lhe as últimas homenagens. Ele conversou com a reportagem da 730, no cemitério Jardim das Palmeiras, na tarde deste domingo (30), e disse que o fato de torcerem para clubes diferentes foi um dos fatores que reforçou a amizade.

“Era um amigo, desde antes quando era vice-prefeito de Goiânia ainda. A gente conversava e brincava muito por ele ser atleticano e eu vilanovense. Isso gerou uma amizade muito tranquila. Eu passei a admirar e gostar dele. É uma perda lamentável e a gente fica muito triste com isso”, relata.

Barros avalia o político Paulo Garcia, e diz que o ex-prefeito, que ficou à frente da Capital entre 2010 e 2016, agiu sempre dentro da legalidade enquanto político e administrador público.

“É um legado de ter passado na prefeitura sem nenhum escândalo. Se por acaso ele não foi um grande gestor, foi um homem integro, esse legado é muito importante. Mostrar que pode fazer as coisas dentro da legalidade e de uma postura que dignifica a todos os políticos. Eu achava que ele era um petista que não tinha cara de petista”, brinca.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757