Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730
debatecristinaeclecio
Os vereadores Clécio Alves (PMDB) e Dra Cristina Lopes (PSDB) participaram nesta quinta-feira (27) de um debate na Rádio 730. A discussão exibida durante o programa ‘Primeiro Tempo da Notícia’, teve como tema central o acidente ocorrido na quarta-feira (26), no Parque Mutirama, localizado no centro de Goiânia.

Onze pessoas ficaram feridas depois que o brinquedo giratório “Twister” parou de funcionar de forma brusca. Entre os feridos estão oito adolescentes, duas crianças e um adulto. O Parque só foi fechado depois que o prefeito Iris Rezende (PMDB) compareceu ao local. Ao analisar o caso, os vereadores concordaram em um ponto: o acidente poderia ter sido evitado.

“Estive pessoalmente no Mutirama e vi tudo de perto. É uma coisa muito triste que gostaríamos que nunca tivesse acontecido. Infelizmente foi um acidente. Agora, pelo o que a gente ouviu, esse acidente poderia ter sido evitado. Mas não se pode fazer juízo de valor e é preciso esperar a perícia. Há pouco tempo atrás, uma quadrilha organizada se instalou no Mutirama (em referência ao desvio de dinheiro dos ingressos do parque)”, afirma Clécio Alves.

“Esses brinquedos que estão no Mutirama foram comprados em 2011. Tivemos denúncias de superfaturamento e brinquedos com até 40 anos de uso foram comprados. De lá pra cá a coisa vem se mantendo. São quatro gestões consecutivas que cometem corrupção no Mutirama", diz Cristina Lopes.

No ano de 2010, o Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) já havia movido uma ação civil pública questionando a instalação de brinquedos usados no Parque Mutirama, bem como a legalidade da licitação e a habilitação da empresa responsável de colocar os equipamentos em funcionamento.

Em 2013, um acidente no brinquedo “Bicho da Seda”, deixou um jovem de 22 anos ferido. Uma das placas decorativas do equipamento caiu sobre o trenzinho no qual a vítima estava. O rapaz sofreu um corte no rosto.

Por meio de nota, a Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul) informou que "as vítimas foram atendidas rapidamente pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros, e encaminhadas imediatamente para unidades de Saúde da capital".

O órgão destacou ainda que a manutenção dos brinquedos do Parque Mutirama está em dia, e que os motivos do acidente serão investigados pelo Corpo de Bombeiros e outros órgãos competentes.

No final da tarde, equipes da Polícia Técnico-Científica foram ao local para realizar a perícia com o objetivo de apurar as causas do acidente.

Ouça e assista o Debate completo:

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757