Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Polícia Técnico-Científica realiza perícia no brinquedo "Twister" (Foto: Giuliane Alves/Portal 730)
policiatecnicocientidfic
O Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO) vai investigar as causas do acidente ocorrido na tarde desta quarta-feira (26), no Parque Mutirama, no centro de Goiânia.

Por volta de 13h30, o brinquedo giratório “Twister” parou de funcionar de forma brusca, e deixou pelo menos 11 pessoas feridas, entre elas oito adolescentes, duas crianças e um adulto. Apesar do acidente, os demais brinquedos do parque continuaram operando normalmente.

Leia também

Acidente no Parque Mutirama deixa 11 pessoas feridas

A promotora de Justiça, Leila Maria de Oliveira, esteve no local e conversou com a repórter Giuliane Alves, da 730, durante o programa Segundo Tempo da Notícia. Segundo ela, o parque deveria estar fechado.

“Não sei o motivo pelo qual o parque não está fechado, é um dos meus questionamentos. Até mesmo em solidariedade às pessoas que estão machucadas, às famílias delas, esse parque deveria ter sido fechado, até se apurar o que realmente aconteceu e se os demais brinquedos estão em condições de funcionar”, pontua.

No ano de 2010, o MP-GO já havia movido uma ação civil pública questionando a instalação de brinquedos usados no Parque Mutirama, bem como a legalidade da licitação e a habilitação da empresa responsável de colocar os equipamentos em funcionamento.

Em 2013, um acidente no brinquedo “Bicho da Seda”, deixou um jovem de 22 anos ferido. Uma das placas decorativas do equipamento caiu sobre o trenzinho no qual a vítima estava. O rapaz sofreu um corte no rosto. A promotora diz que vai apurar os responsáveis pela manutenção e emissão do laudo do brinquedo “Twister”.

“Infelizmente as pessoas não estão levando a sério quando se trata do risco para a vida humana, tanto que nós acabamos de ver a tragédia que aconteceu. Isso será apurado e, com certeza, as pessoas responsáveis vão responder, inclusive criminalmente, se chegar à conclusão de que houve, pelo menos, a omissão destas pessoas”, afirma.

Por meio de nota, a Agência Municipal de Turismo, Eventos e Lazer (Agetul) informou que "as vítimas foram atendidas rapidamente pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e pelo Corpo de Bombeiros, e encaminhadas imediatamente para unidades de Saúde da capital".

O órgão destacou ainda que a manutenção dos brinquedos do Parque Mutirama está em dia, e que os motivos do acidente serão investigados pelo Corpo de Bombeiros e outros órgãos competentes.

No final da tarde, equipes da Polícia Técnico-Científica foram ao local para realizar a perícia com o objetivo de apurar as causas do acidente.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757