Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
fotossensores
A Secretaria Municipal de Trânsito, Transporte e Mobilidade (SMT) começou nesta quinta-feira (13), a instalação dos fotossensores na Marginal Botafogo. Serão 4 equipamentos, com 8 faixas monitoradas, instalados na altura da Rua 243 - sentido Setor Pedro Ludovico/Setor Criméia, e na região do Mutirama. Nos dois locais, a velocidade limite será de 80 km/h. A previsão é que a operação dos fotossenssores tenha início em agosto, após aferição do Inmetro e energização por parte da Celg.

No ponto do viaduto do complexo viário da 88, a velocidade máxima permitida continuará de 60 Km/h e será mantida a fiscalização de radares móveis rotineiramente. Apenas em vias expressas a velocidade é 80 km/h. A zona 40, no Centro, continuará pelo menos até um estudo que será feito pela SMT. As demais vias manterão o limite de 60 km/h.

Os radares serão liberados por vias. Na Avenida 85, por exemplo, os equipamentos já foram aferidos pelo Inmetro com a utilização de geradores de energia e falta a energização pela Celg, o que já está sendo feito gradativamente. A previsão de conclusão é até o final do mês de julho. 

“Trabalhamos com o objetivo de preservar vidas no trânsito, conforme determinação do prefeito Iris Rezende', declara o presidente da SMT, Fernando Santana.

Os novos equipamentos trazem novidades que vão ajudar na segurança e controle do tráfego nas vias, como o OCR, termo inglês para Optical Character Recognition. A tecnologia é capaz de fazer a leitura das placas mesmo em carros que não estejam acima do limite da velocidade e os dados serão usados para localizar veículos roubados. 

Obras continuam na Marginal Enquanto isso, a Prefeitura de Goiânia continua com as obras de reestruturação em dois trechos da Marginal Botafogo. O primeiro trecho está localizado abaixo da ponte da Avenida Independência, local que vinha sendo afetado durante o período chuvoso. O segundo ponto está localizado entre a ponte da Rua 10 (Avenida Universitária) e a ponte da Rua 243, que já estava sinalizado em meia pista.

As obras são executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra) e devem ser concluídas até o final do mês. As paredes do canal que estavam danificadas nesses dois pontos da Marginal serão retiradas e substituídas por muros/escadas, compostos de concreto e pedras e, posteriormente, revestidos por uma manta geotêxtil. Além da substituição das paredes de contenção, haverá a execução de obras complementares no fundo do canal e também na parte de drenagem e do lançamento final da água da chuva.

Da Prefeitura de Goiânia

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757