Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730
debate0807
A Rádio 730 discutiu na manhã deste sábado (08) a aplicabilidade do teste do bafômetro. Em Goiás, o número de condutores que se recusaram a fazer o teste aumentou neste ano em comparação com o ano passado. Participaram do debate o especialista em Trânsito e secretário da Comissão de Direito do Trânsito (CDT) da Ordem dos Advogados do Brasil seccional Goiás (OAB), Rafael Alves, e o gerente de fiscalização e aplicação de penalidades do Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO), Coronel Julio Mota.

Segundo o Detran-GO, 3.975 pessoas foram autuadas após não aceitarem soprar o aparelho em 2016. Até junho deste ano, esse número já era de 4.054. Desde novembro do ano passado, o Código Brasileiro de Trânsito (CBT) considera como infração gravíssima a recusa em realizar o teste.

A ação rende multa e perda de pontos na carteira de motorista, mas não é considerada crime, como quando o etilômetro constata valor igual ou maior que de 0,34 miligramas de álcool por litro de ar expelido. Nesses casos, os motoristas são detido e levados para a delegacia.

Ouça o Debate Super Sábado:

Bloco 1

Bloco 2

Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730
debate080701

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757