Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

celularO serviço que deveria ser uma solução para o consumidor, pela mobilidade e disponibilidade que deveriam ser constantes, acaba se tornando uma verdadeira dor de cabeça. Por conta disto, quatro empresas de telefonia móvel em Goiânia foram multadas em cerca de R$ 3 milhões pelo Procon municipal. De acordo com o superintendente do órgão, José Alício de Mesquita, em apenas seis meses, já são mais de 500 processos contra as operadoras.

As operadoras foram multadas de acordo com a gravidade e reincidência. O superintendente do Procon relata quais são as irregularidades que ocorrem com mais frequência por parte das empresas.

A operadora Vivo foi multada em cerca de R$ 1 milhão; a Oi em R$ 840 mil, a Tim em R$ 530 mil e a Claro em R$ 517 mil. Esta última, embora tenha a menor multa, segundo o Procon, é a que gera o maior número de reclamações.

O consumidor que se sentir lesado deve procurar o Procon Goiânia para registrar as reclamações. A sede do órgão fica na Avenida Tocantins, 191, Setor Central. Os telefones são 3524-1028, ou nos finais 2337 e 2936.

Do repórter Jerônimo Junio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757