Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Sargento Novandir e Emilson Pereira (Fotos: Câmara/Divulgação)
novandiremilson
O juiz Átila Naves Amaral, da 134ª zona eleitoral, cassou na terça-feira (20) a chapa do PTN para a Câmara Municipal de Goiânia. Com isto, os vereadores Sargento Novandir e Emilson Pereira perderam os mandatos. A sigla teria fraudado o Demonstrativo de Regularidade de Atos Partidários. A legenda teria pago mulheres para se candidatarem e assim atingir 30% de pessoas do sexo feminino na chapa. A decisão cabe recurso. Novandir disse que recebeu a notícia com surpresa.

De acordo com Novandir, a chapa foi montada de forma correta. O parlamentar ataca mulheres que afirmaram ter recebido dinheiro para participarem da eleição.

Mesmo afirmando que as mulheres estão sendo manipuladas, o vereador não afimrou que estaria por trás da suposta manobra.

A reportagem do Rádio 730 procurou também o vereador Emilson Pereira, mas a assessoria do parlamentar afirmou que ele não iria se pronunciar sobre o caso, e apenas repassou uma nota.

No texto, Emilson afirma que, mesmo não fazendo parte da direção do partido, ele confia que a sigla seguiu o que determina a legislação eleitoral. O vereador disse ainda que a defesa dele está confiante que irá reverter a decisão.

Caso a sentença seja confirmada, as duas vagas serão assumidas por Cairo Salim (PMDB), e Carlos Soares (PT).

Do repórter Gerliézer Paulo

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757