Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Câmara/Divulgação
eliasvazda
O vereador Elias Vaz (PSB) representou junto ao Ministério Público contra o prefeito Iris Rezende (PMDB). O motivo é o fato de o peemedebista ainda não ter enviado à Câmara o projeto de data-base dos servidores municipais. A data-base reajusta o salário referente à inflação do ano anterior. O pessebista justifica.

O presidente do Sindifisco, Ricardo Manzi, conta que, até o momento, houve apenas conversas com o secretário de finanças, Oséias Pacheco, mas que a questão não evoluiu.

O sindicalista aponta que os servidores temem ficar sem a data-base neste ano.

O vereador Elias Vaz diz que a sequência da representação vai depender do Ministério Público.

A data-base dos servidores municipais de Goiânia é no mês de maio. Existe a possibilidade de que a prefeitura envie para a Câmara um projeto no qual o reajuste seria parcelado.

Durante prestação de contas na semana passada, Iris Rezende deu a entender que não pretende enviar o projeto. “Não adianta dar aumento para que amanhã não consigamos pagar. É preferível receber menos um pouquinho do que com atraso”, disse o prefeito. 

Elias Vaz destaca que não é uma questão de escolha por parte da prefeitura. “Não cabe a ele (Iris) decidir se vai enviar ou não, o prefeito deve apenas cumprir a lei. O servidor não pode pagar a conta da má gestão da prefeitura.”

Com informações do repórter Gerliézer Paulo

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757