Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
meioambiente
A Associação Ambiental Pró-Águas do Cerrado (AAPAC) apresentou ao Ministério Público de Goiás sua proposta de trabalho em prol da educação ambiental em Goiás. A entidade é constituída por empresas privadas, sem fins lucrativos, criada em 2007, com o objetivo de desenvolver projetos ambientais no Estado voltados à conscientização da sociedade sobre os problemas relacionados ao meio ambiente, em especial, os recursos hídricos. Sua área prioritária de atuação estende-se à bacia hidrográfica do Rio Meia Ponte.

No âmbito da Semana do Meio Ambiente, a proposta de trabalho da entidade foi apresentada às coordenadoras do Centro de Apoio Operacional do Meio Ambiente, Andréia Zanon Junqueira, e da Educação, Liana Antunes Tormin. De acordo com o diretor da associação, Dirceu Hoffmann, o projeto de educação ambiental tem enfoque na rede pública de ensino, por meio do envolvimento de assuntos referentes à bacia hidrográfica e políticas de gestão ambiental, de saneamento e de recursos hídricos. 

“A intenção é de realizar, em sala de aula, uma semana de atividades voltadas ao tema ‘água’, incluindo aulas expositivas, visitas de campo, experimentos, oficinas temáticas, atividades artístico-culturais e outras atividades integradas com as disciplinas escolares. Ao final, é promovida uma solenidade de encerramento para exposição dos trabalhos realizados pelos alunos”, esclareceu.

Conforme detalhado, o projeto de educação ambiental “Semana Águas do Cerrado” é realizado em Senador Canedo desde 2009, por meio de uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura. No ano passado, o município de Caldazinha também integrou o projeto, que contou com o apoio da 2ª Promotoria de Justiça de Senador Canedo. O desenvolvimento da proposta foi possível a partir de acordos de cooperação com as secretarias de Educação dos municípios.

Além da semana de mobilização com todos os alunos, o projeto oferece ainda uma capacitação com carga horária de 20 horas para os professores. A metodologia envolve aulas expositivas e visitas de campo à Agência Municipal de Saneamento de Senador Canedo (Sanesc) para conhecimento quanto aos procedimentos de captação, tratamento e distribuição de água local. Ao final da inciativa, os melhores trabalhos dos alunos participantes da semana são premiados em uma solenidade.

Conforme apontaram as coordenadoras é uma proposta interessante de parceria, que pode ser uma proposta de reforço a iniciativas de educação ambiental em municípios que eventualmente tenham interesse em ações desse tipo. Participou ainda da reunião a secretária adjunta da associação, Kharen de Araújo Teixeira. 

Do MP-GO

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757