Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Goiás Agora
domfernando
O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), realiza neste sábado (03), a partir das 9 horas, uma audiência pública sobre a regularização dos imóveis do Jardim Dom Fernando I e II, na Região Leste de Goiânia.

A audiência é o momento em que a Agehab explica para comunidade como será o processo de regularização dos bairros e o cadastramento das famílias, que começará no dia 12 de junho. A audiência acontece na Praça do Jardim Dom Fernando I, na Rua 27 de Janeiro, ao lado da Escola do Circo. Participam do diálogo com a comunidade, o presidente da Agehab, Luiz Stival, e a equipe de regularização fundiária da Agência.

Segundo o presidente da Agehab, esta é uma das fases primordiais do processo. “O sucesso do programa de regularização fundiária do Estado deve-se ao diálogo franco e aberto da Agehab com a comunidade. Necessitamos da colaboração da comunidade para que o processo avance. Tenho certeza que teremos muito êxito com o trabalho no Dom Fernando, atendendo um anseio dos moradores. A escritura é uma conquista de cidadania para essas famílias que sonham com essa escritura há 30 anos”, frisa.

O Jardim Dom Fernando surgiu de processo de ocupação urbana no final da década de 1980, em terrenos de domínio da Cúria e do Estado. Decorridos 30 anos, as famílias ainda aguardam pela legalização do bairro e escrituração dos imóveis, o que ocorrerá agora com o programa Casa Legal, do Governo de Goiás.

A Agehab executará integralmente a regularização dos imóveis implantados em áreas de domínio do Estado no Jardim Dom Fernando II, um total de 204 imóveis. Já os 388 imóveis do Jardim Dom Fernando I, pertencentes à Igreja, serão regularizados com auxílio da Agehab, por meio de parceria firmada com a Arquidiocese de Goiânia. A Agehab executará a parte técnica e o cadastramento das famílias para que a Arquidiocese efetue o registro do bairro e a escrituração dos imóveis.

Com informações do governo de Goiás

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757