Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Rubens Salomão/Arquivo/Portal 730
navarretea
O titular da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz-GO), Fernando Navarrete, confirmou na tarde desta quinta-feira (1), que pretende deixar o cargo no final da próxima semana, por motivos pessoais. Ele assumiu a pasta no último dia 6 de janeiro, no lugar da ex-secretária Ana Carla Abrão Costa, que ocupou o cargo por dois anos.

Durante a gestão, Navarrete reforçou o diálogo com as lideranças empresarias, com os servidores administrativos da pasta e com os auditores fiscais. No dia da posse, no Palácio Pedro Ludovico, anunciou a volta do antigo calendário do IPVA, que passou a ser pago ao longo do ano e não mais no primeiro semestre, como foi em 2016.

“Minha missão foi ampliar o diálogo com todos que procuram a Sefaz, sejam contribuintes ou servidores; com as demais Secretarias e órgãos e também com os Poderes e Ministério Público. Após a conclusão da privatização da Celg, iniciada na minha gestão na presidência da Celg D, foi possível alavancar recursos para o Estado, que estão sendo aplicados no programa Goiás na Frente. Saio com a certeza de ter cumprido o trabalho que me foi dado pelo governador Marconi Perillo e honrado a confiança em mim depositada”, avalia Navarrete.

O secretário abriu ainda discussão com prefeitos para a adoção do ICMS de Gestão Municipal, ação que consta do programa Goiás Mais Competitivo e Inovador, além de elaborar proposta para criar o “Tesouro Verde”, que pretende promover o desenvolvimento econômico com a preservação ambiental por meio do mercado de capitais, com títulos verdes públicos e privados. 

Navarrete atuou para incrementar a arrecadação, intensificar o combate à sonegação fiscal e propor ao governador a redução pela metade da alíquota do Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação (ITCD), para doações. A proposta aguarda votação na Assembleia Legislativa. Um dos projetos de sua gestão aprovado recentemente foi a autorização para o Estado contrair empréstimo de R$ 600 milhões para aplicar no programa Rodovida. 

Ainda não foi divulgado novo nome para assumir  Sefaz-GO.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757