Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Giuliane Alves/Portal 730
caominhada
E se os melhores amigos do homem alertassem seus donos sobre a importância de se transportar animais de forma segura no trânsito? Pois foi exatamente isso que aconteceu na manhã deste sábado (27), no Parque Amazônia, região sul de Goiânia.

Pela primeira vez, Goiânia abriu espaço aos cães para que, em forma de caminhada, chamassem a atenção dos motoristas em relação ao número de acidentes de trânsito. A iniciativa faz parte das ações da campanha Maio Amarelo. Segundo a idealizadora da “Cãominhada”, Carla Kege, o evento busca conscientizar as pessoas de uma maneira, no mínimo, diferente.

Segundo a legislação de trânsito, transportar animais soltos dentro do carro é perigoso tanto para os ocupantes quanto para os próprios pets. Carla Kege reitera que é preciso adequar o veículo para proporcionar segurança e evitar multas.

O artigo 235 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece que a condução de animais nas partes externas do veículo é considerada infração grave. Além de somar cinco pontos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH), o condutor arca com multa de R$ 195,23 e poderá ter o carro retido como medida administrativa até que a situação seja regularizada. O motorista flagrado dirigindo com animais à sua esquerda, entre os braços ou pernas, soma quatro pontos à CNH ao cometer essa infração considerada média. Também há multa no valor de R$ 130,16 .

Em caso de acidente de trânsito, um cachorro de cinco quilos, por exemplo, pode ser arremessado com a força de 50 quilos. A Cãominhada é realizada pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), em parceria com o Observatório da Mobilidade e Saúde Humanas e Detran-GO.

Com informações da repórter Giuliane Alves

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757