Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
mateusferreira
O estudante do curso de Ciências Sociais da Universidade Federal de Goiás (UFG), Mateus Ferreira, de 33 anos, recebeu alta médica neste sábado (20). Ele estava internado no Hospital de Urgências de Goiânia (HUGO) para fazer uma cirurgia de reparação de uma falha óssea na parte superior da face.

Mateus Ferreira foi agredido no dia 28 de abril após ser atingido com um cassetete pelo capitão da Polícia Militar (PM), Augusto Sampaio. Como consequência da agressão, o jovem sofreu traumatismo cranioencefálico, além de fraturas na face, e passou pelo primeiro procedimento cirúrgico ainda no dia 29 de abril. Na ocasião, foram feitas reparações nos ossos faciais.

No dia 18 de maio, Mateus passou por uma segunda cirurgia, dessa vez para preencher com cimento cirúrgico uma perda óssea na testa, acima da sobrancelha. De acordo com a assessoria de imprensa do HUGO, o estudante passa bem e não deve passar por novas cirurgias.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757