Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
busao
Durante assembleia realizada neste domingo (14) pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário no Estado de Goiás (Sindttransporte), motoristas e servidores do transporte coletivo da região metropolitana de Goiânia decidiram adiar por 10 dias a greve que teria início nesta segunda-feira (15). A suspensão da greve se deu em consideração à uma audiência de conciliação marcada para a tarde desta segunda-feira.

Além disso, a categoria também aprovou a proposta do Ministério Público do Trabalho (MPT) que visa a antecipar a reposição salarial na inflação do período entre a convenção coletiva do ano passado e a deste ano. Com isso, os servidores receberiam 4,69% de reajuste salarial, tíquete alimentação e gratificação suplementar retroativa a março, quando inicia a data-base dos trabalhadores. O valor pode ser aumentado de acordo com as negociações dos próximos dias. No entanto, as empresas ainda não decidiram se aceitam ou não a proposta dos servidores.

As concessionárias devem se posicionar sobre o assunto por meio do Sindicato das Empresas do Transporte Público de Passageiros de Goiânia (SET) nesta segunda-feira, durante a audiência de conciliação. A ideia da suspensão da greve por 10 dias se deve à necessidade de um prazo para que novo aviso seja dado às empresas e à sociedade.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757