Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Arquivo/Lula Marques/Agência PT
adrianaaccorsi
Será realizado neste domingo (9) em todo o país as eleições para a escolha dos presidentes dos diretórios municipais do Partido dos Trabalhadores (PT). Em Goiânia, a votação ocorre na sede da sigla, localizada na Rua 260, no Setor Leste Universitário. Dois nomes concorrem na capital, a deputada estadual Adriana Accorsi e o professor universitário, Humberto Lima.

Em entrevista ao repórter Jerônimo Junio, da 730, Adriana Accorsi, que também é delegada de Polícia Civil, diz estar confiante em relação ao pleito e critica as mudanças que estão sendo feitas nas leis trabalhistas.

“Tenho apoio da maioria da militância, espero ser eleita presidenta no domingo e faço o compromisso de me esforçar ao máximo para fortalecer o partido, para retomar a nossa relação com os movimentos sociais, sindicais, a juventude e, principalmente, ser um partido que atue na defesa dos direitos dos trabalhadores que hoje estão sendo ameaçados de extinção com essa reforma da Previdência, essa terceirização. Os policiais, por exemplo, não podem fazer greve mais. É lógico que a greve do policial é diferente, é preciso deixar 30% funcionando, mas ele tem que ter como reivindicar melhores condições de trabalho assim como os demais. Queremos também lutar por mais investimentos na Educação e Saúde públicas”, afirma.

Imagem petista

Desgastada nos últimos anos, principalmente por conta do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e das investigações acerca do também ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a imagem do PT pode, segundo a deputada estadual, recuperar a confiança da população.

“Precisamos sim melhorar, buscar refazer relações que nós tínhamos na nossa origem como com os movimentos sociais e com a base da população. Essa é a minha intenção, fortalecer e unir o partido e fazer com realmente seja essa ferramenta que a população precisa para defesa de seus direitos”, relata.

Lula 2018

De acordo com Adriana Accorsi, o nome do ex-presidente já está definido para disputar o pleito no ano que vem.

“Já lançamos Lula candidato a presidente em 2018. Já estamos discutindo esse projeto para o Brasil com a população. Queremos um país que se desenvolva, que seja feliz, onde as pessoas possam novamente sentir que seu país está desenvolvendo. Lula é nosso pré-candidato à presidência da República em 2018 e queremos fazer parte desta história do Brasil mais uma vez”, pondera.

Com informações do repórter Jerônimo Junio

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757