Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Kleybe Morais (Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730)
kleybemorais
O vereador por Goiânia, Kleybe Morais (PSDC), concedeu nesta quinta-feira (06) uma entrevista exclusiva à Rádio 730. O cerne do diálogo girou em torno das articulações políticas na Câmara Municipal

A Câmara conta atualmente com quatro blocos parlamentares. Kleybe Morais integra o bloco “Por uma Goiânia melhor”, do qual também fazem parte Paulinho Graus (PDT), Léia Klébia (PSC), Emilson Pereira (PTN), Jair Diamantino (PSDC), GCM Romário Policárpio (PTC), Paulo Daher (DEM), Anderson Sales (PSDC) e Oseias Varão (PSB).

De acordo com Morais, o grupo foi criado somente com o intuito de formar as Comissões Especiais de Inquérito (CEIs). “É um grupo muito grande. Um ou outro sempre vota de uma forma, mas estamos tentando manter uma unidade. Temos muitas divergências, não é fácil unir 10 cabeças. No entanto, em relação às CEIs temos o mesmo pensamento”, garante.

Sobre a atual situação político-econômica da prefeitura de Goiânia, Kleybe Morais disse que se mantêm neutrono que se refere a gestão de Iris Rezende (PMDB) e preferiu não apontar culpados. “Não sou base nem oposição. O prefeito vem passando por diversas dificuldades, tem gente pedindo a renúncia dele. Vejo com muita tranquilidade a defesa do prefeito pela história que ele tem. Mas eu não posso defender quem não me pediu para ser defendido. Não adianta eu querer ser base se eu não fui chamado pra ser”.

Vou de Bike

Com vistas a promover mudanças relacionadas à mobilidade urbana em Goiânia, o vereador Kleybe Morais apresentou o projeto “Vou de Bike” na Câmara Municipal nesta terça-feira (04). Conforme o texto base, para ter direito a folga, o servidor deverá se cadastrar e preencher lista de frequência a cada dia que for ao trabalho de bike. Após 20 dias completos, o trabalhador solicitará o beneficio a seu superior imediato, que ajustará as folgas de acordo com a escala de trabalho do departamento.

Segundo o vereador, caso o projeto seja aprovado os resultados seriam notados a médio e longo prazo. “É uma mudança de cultura porque Goiânia atualmente não tem uma cultura de transporte via bicicleta. Hoje a gente vê que um dos grandes problemas da mobilidade é o carro e nós incentivamos a pessoa a deixar o carro em casa oferecendo outros meios de transporte”, ressalta.

Ainda de acordo com Kleybe Morais, um cadastro será feito para fiscalizar e garantir a concessão da folga aos servidores. “A fiscalização seria feita através de um cadastro. O servidor que quiser aderir faria um cadastro e ao bater o ponto ele seria fiscalizado pelos sentinelas da guarita da Câmara Municipal”.

Ao ser questionado pelo jornalista Rubens Salomão sobre as consequências de um eventual prejuízo para a população causado pela ausência dos servidores, o vereador assegurou que os benefícios à sociedade superariam os transtornos. “Esse projeto visa melhorar a saúde do trabalhador e o meio ambiente. Se o projeto der certo mesmo, o cidadão vai respirar menos fumaça e sua saúde vai melhorar”.

Confira a entrevista na íntegra:

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757