Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Gustavo Cruvinel (Foto: Larissa Artiaga/ Portal 730)
gustavocruvinel2
O vereador por Goiânia, Gustavo Cruvinel (PV) concedeu nesta quarta-feira (05) uma entrevista exclusiva à Rádio 730. Em pauta, a atual situação político-econômica da Prefeitura de Goiânia.

Segundo o vereador, o prefeito da capital, Iris Rezende (PMDB), tem se distanciado das demandas apresentadas na Câmara Municipal. “O acesso ao prefeito está muito difícil. Todo mundo está reclamando. O diálogo com ele está muito ruim”, afirma.

Em meados de fevereiro deste ano os vereadores de Goiânia iniciaram o processo de formação de articulações políticas, dando origem a quatro blocos parlamentares. Cruvinel integra o bloco Pró-Goiânia, do qual também fazem parte Lucas Kitão (PSL), Sabrina Garcêz (PMB), Tiãozinho Porto (Pros), Vinicíus Cirqueira (Pros) e Carlin Café (PPS).

Sabrina Garcêz fez uma declaração polêmica nesta terça-feira (04) ao pedir a renúncia de Iris Rezende em plenário. Apesar de se dizer independente, Gustavo Cruvinel criticou a postura do prefeito. “Eu e a Sabrina estamos no mesmo grupo e eu tenho certeza que a prefeitura está com problemas. Não sei se a renúncia é o melhor caminho, mas é uma possibilidade. A situação da prefeitura está um caos”, enfatiza o vereador.

Regulamentação do Uber

A Câmara Federal aprovou nesta quarta-feira (04) o projeto de lei que regulamenta e limita a atuação de aplicativos de transporte privado, como o Uber, por exemplo. Caso o projeto seja aprovado pelo senado e posteriormente sancionado sem vetos pelo presidente Michel Temer (PMDB), o Uber poderá se transformar em um serviço de transporte público, ou seja, terá que buscar concessões junto ao poder público.

Se o projeto entrar em vigor, cada um dos municípios brasileiros terá de definir uma regra local para regulamentar o serviço. Caso contrário, Uber e outros aplicativos vão operar sob insegurança jurídica. Além disso, se uma cidade decidir regulamentar o serviço terá de montar um sistema de registro de todos os motoristas habilitados a trabalhar para o aplicativo. Hoje, quem faz os registros é o próprio aplicativo.

De acordo com o vereador Gustavo Cruvinel, a discussão em torno da regulamentação do Uber deve considerar as demandas de taxistas e motoristas do aplicativo. "O Uber do jeito que está eu acho que só seria preciso legaliza-lo, cobrar taxas, diferente da forma como o projeto propõe. Eu acho realmente que o aplicativo deve ser regulamentado, mas ao mesmo tempo não podemos desconsiderar os taxistas”.

Confira a entrevista na íntegra:

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757