Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Projeto foi lançado na tarde desta segunda (20) no TCE (Foto: Rubens Salomão)
sedcidada
O governo estadual, por meio da Secretaria Cidadã, assinou nesta segunda-feira (20) a adesão ao Programa Criança Feliz, do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário. O programa tem o objetivo de monitorar crianças beneficiadas pelo Bolsa Família. Em entrevista à Rádio 730, a secretária Cidadã Lêda Borges, esclarece como é feito esse trabalho.

“As famílias serão visitadas por profissionais que irão olhar não apenas o desenvolvimento motor, assertivo, como também as condições familiares destas crianças. O visitador irá levantar todas as questões da criança e o que a cerca e encaminhar para as pastas que têm estas ações, como a de Saúde ou a de Educação”, explica.

A adesão ao Criança Feliz garantirá aos municípios R$ 18 milhões para a contratação dos profissionais responsáveis pelas visitas domiciliares. A titular da pasta explica que os recursos para a manutenção do programa serão oriundos do Estado, município e governo federal.

De acordo com Lêda Borges, cerca de 14 mil crianças serão atendidas. Não há critérios de seleção para o monitoramento. Todas as famílias que recebem Bolsa Família, com filhos de até três anos, ou Benefício da Prestação Continuada, com filhos de até seis, estarão incluídas no programa.

O Criança Feliz foi lançado na tarde desta segunda-feira com assinatura do termo de credenciamento no auditório do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE), com as presenças do governador Marconi Perillo (PSDB), o Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário Osmar Terra e a secretária Lêda Borges.

Com informações da repórter Jordanna Ágatha

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757