Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Marcelo Safadi. (Foto: Reprodução/ Internet)
safadi2
A Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima) deu início em Trindade a uma série de oficinas temáticas para discutir o Plano de Desenvolvimento Integrado da Região Metropolitana de Goiânia.

Em entrevista exclusiva à Rádio 730, Marcelo Safadi, Superintendente Executivo de Assuntos Metropolitanos do órgão, alega que o interesse é ouvir e promover a participação pública e explica como se dá o planejamento. "Nós estamos fazendo o diagnóstico da região em relação a temas como saúde, educação e infraestrutura. Então essas oficinas têm a função de ouvir as pessoas. Não é um diagnóstico só de problemas, mas sim de oportunidades".

A Região Metropolitana de Goiânia foi criada por uma Lei Complementar de 30 de Dezembro de 1999, e é composta por 20 municípios: Abadia de Goiás, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Caturaí, Goianápolis, Goiânia, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Nerópolis, Nova Veneza, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Terezópolis de Goiás e Trindade.

O superintendente esclarece como a Secima trata a integração do transporte coletivo na região. "Esse sistema nosso ele é único no Brasil, pois é o único lugar do país onde você pode ir para municípios diferentes usando apenas um cartão.Então, por essa lei a gente reafirma a posição da Companhia Metropolitana, onde os sócios são as prefeituras. O prefeito continua sendo responsável pelo transporte, mas de forma colegiada. Ele tem que dividir com os outros municípios as despesas".

Com informações da repórter Jordanna Agatha

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757