Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Portal 730
andrey azeredo
O Ministério Público de Goiás (MP-GO) protocolou na última quinta-feira (9) uma ação civil pública que denuncia a utilização ilegal de verbas oriundas de multas de trânsito pagas por motoristas de Goiânia por parte da Secretaria Municipal de Trânsito.

A promotora de Justiça, Alice de Almeida Freire, da 7ª Promotoria de Justiça de Goiânia, investiga o caso há 11 meses. Na ação, ela destaca. “O Poder Público Municipal, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito (SMT), utilizou indevidamente as verbas provenientes da aplicação das multas, fato que inviabilizou a execução das atividades relacionadas à gestão e melhoria do trânsito".

Um dos pontos destacados pela promotora é o gasto superior a R$ 100 mil para o pagamento de locação de veiculo de passeio para o secretário e gastos com café da manhã.

A ação cita todos os ex-presidentes da SMT: Patrícia Veras, José Geraldo Freire, Andrey Azeredo, Fradique Machado e Dalvan do Nascimento Pikhardt.

Em vídeo, o presidente da Câmara Municipal de Goiânia, citado na ação, afirma que nunca houve este tipo de gasto na gestão de 9 meses dele à frente da SMT.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757