Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Petras de Souza / Portal 730
joao gomes petras de sousa
O ex-prefeito de Anápolis, João Gomes, segue apontando o antipetismo com o principal fator para a derrota na disputa pela prefeitura da cidade no ano passado. Em entrevista à Rádio 730, na manhã desta terça-feira, 7, o outro fator que influenciou foi que Roberto do Órion soube vencer que ele era o novo, que não era político.

"Infelizmente se propagou no Brasil inteiro o antipetismo. Todos os candidatos do PT no Brasil inteiro tiveram dificuldades em lidar com isto. A maioria dos opositores se aproveitaram isso. Outras falhas aconteceram, mas o principal fator foi o antipetismo", avalia o ex-prefeito.

Ouça a entrevista completa de João Gomes:

Em relação à nova administração, João Gomes disse que ainda é cedo para opinar sobre a gestão de Roberto do Órion. Ele disse que vê no novo prefeito a intenção de acertar, e que possíveis erros cometidos são pertinentes a quem assume o cargo de prefeito.

Futuro político

Nos bastidores da política goiana, a saída de João Gomes do PT é apontada como provável. Mas ele disse que ainda não tem uma decisão encaminhada sobre a situação.

"Passou as eleições. Pode acontecer de eu sair, dependente de muita coisa. Eu conversar com meus companheiros. Eu ainda estou longe dessa decisão. Eu continuo na vida público. Eu não vou deixar a vida pública. Eu não vejo problema nenhum em continuar no PT. A minha vida pública iniciou no PT", declara o petista.

João Gomes diz que pretende se candidatar a deputado estadual em 2018. O político assegura que vai manter o domicílio eleitoral em Anápolis.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757