Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: PRF/Divulgação
caminhaoclonado
Um homem foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na tarde desta quinta-feira (2) suspeito de ter cometido múltiplos crimes. A ação ocorreu durante fiscalização próximo à praça do pedágio localizada no km 107, da BR-060, no município de Goianápolis, região central do estado. Segundo os agentes, o caminhão chamou a atenção por apresentar sinais de má conservação.

Durante a abordagem, os policiais perceberam que ele estava sem para-barros e sem as faixas refletivas nos para-choques, itens que são obrigatórios para caminhões. Ao verificar o documento de habilitação apresentado pelo condutor, os agentes perceberam que se tratava de uma CNH falsificada. O condutor, de 44 anos, não era habilitado. Com este, só no início de 2017, já são 13 os casos de uso de documento falso nas rodovias federais de Goiás.

Ainda segundo a PRF, o motorista informou aos agentes que seguiria de Anápolis para Nerópolis, onde buscaria uma carga, mas encontrava-se fora dessa rota. Além disso, foi verificado que a placa era de um veículo de Anápolis, mas o chassi de um outro caminhão, de São Paulo, este com restrição judicial para trafegar, o que levantou a suspeita de ser um clone.

Além de não ser habilitado, apresentar CNH falsa e veículo com sinais identificadores adulterados, o condutor tem contra si dois mandados de prisão em aberto, ambos da comarca de Anápolis. O crime é roubo de carga.

Além das infrações constatadas, o motorista dizia que conhecia inúmeras autoridades, e parecia fingir crises de asma. O condutor foi conduzido, juntamente com a carreta, para a Delegacia de Polícia Civil de Anápolis.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757