Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Marco Monteiro
encontro
Na sequência da maratona de atendimento aos prefeitos empossados no último dia 1º de janeiro, o governador Marconi Perillo realizou, nesta quinta-feira (26) mais 12 audiências. Foram recebidos os prefeitos de Araçu, Heitoraí, Campinaçu, Campos Verdes, Cristianópolis, Senador Canedo, Gameleira, Porteirão, Palminópolis, Amaralina, Castelândia e Cromínia.

As audiências começaram às 8h da manhã, na sala de reuniões do 10º andar do Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia. Primeiro a ser recebido, o prefeito de Heitoraí, Lúcio Pires dos Santos, lamentou ter se deparado com “uma cidade sucateada”.

Depois de apresentar pedidos de asfalto urbano, ambulância, aumento do efetivo policial e construção de creche, ouviu de Marconi o compromisso em ajudá-lo nos mais urgentes. “Vou fazer tudo o que puder para ajudá-lo. Quando a gente está unido, as coisas acontecem”, declarou o governador. Em resposta, Lúcio dos Santos disse esperar muito do governo: “Temos confiança no apoio do governador. Sem a ajuda do Estado tudo ficaria muito mais difícil. O governador nos recebeu bem e acreditamos que seremos atendidos.

Em seguida, foi recebido o prefeito de Araçu, Joelton Bernardo da Costa. Ele elogiou a disposição do governador “em fazer por todos, independente do partido”. Embora seja de partido de oposição, Joelton se disse “grande admirador do governador Marconi Perillo” a quem entregou ofícios pedindo pavimentação urbana, consolidação do polo industrial, caminhão coletor de lixo, transporte escolar e para a área do esporte. “Tenho carinho especial por Araçu. As portas do governo estão abertas”, disse Marconi.

Milson Alves, prefeito de Campinaçu, deixou pedidos para recapeamento, rede de esgoto, construção de pontes e cheques reforma. Prioritariamente o prefeito solicitou a reforma de duas pontes de madeira na GO-441. “O senhor sairá daqui com a certeza de que os convênios serão assinados”, anunciou Marconi. Ao final da audiência, Milson se disse satisfeito com a atenção do governador. “Ele nos atendeu muito bem. Temos absoluta certeza que seremos bons parceiros nesses próximos dois anos”, disse.

O prefeito de Campos Verdes, Haroldo Naves, foi outro líder político de partido de oposição a elogiar o governador. Satisfeito com o atendimento recebido, disse que dará ao governador o título de Municipalista do Século. Além de prefeito de Campos Verdes, Haroldo é presidente da Federação Goiana de Municípios. Ele pediu ajuda para recuperação de pavimentação urbana, cheque construção, aumento do efetivo policial, pavimentação da rodovia que liga a sede do município à BR-080 passando por Alto Horizonte, trecho de 40 quilômetros, apoio para a instalação de uma feira municipal e um novo cemitério.

Jairinho Gomes, prefeito de Cristianópolis, esteve na audiência com Marconi e solicitou recursos para recuperação de asfalto urbano, construção da Casa do Idoso, casas populares e um Polo Industrial.

Liberação de recursos

A todos, o governador tem respondido que, no final de fevereiro e início de março, irá fazer um balanço da necessidade de cada município para definir o quantitativo a ser liberado para recuperação de pavimentação urbana. Sobre  cheques reforma, ele tem solicitado aos prefeitos que encaminhem os pedidos ao Ministério da Cidade. “Nós vamos nos concentrar na construção de casas novas. Queremos terminar o ano com pelo menos mais 30 mil novas casas populares entregues”, anunciou. Para Jairinho, “a iniciativa de Marconi tem sido bem aceita e elogiada por todos”.

O prefeito de Gameleira, Wilson Tavares de Souza Jr., pediu o término da pavimentação da GO-437, ligando Gameleira a Silvânia, extensão de quatro quilômetros, uma creche e pavimentação urbana para o distrito de Mucambinho, recapeamento urbano, casas populares e aumento do efetivo policial.

O prefeito deixou o Palácio enaltecendo o trabalho administrativo e político do governador Marconi Perillo: “Sempre fui um grande admirador do governador Marconi Perillo, um político republicano, democrático e municipalista. Estamos bastante otimistas com as parcerias que faremos com o governador”.

José de Souza Cunha, prefeito de Porteirão, solicitou Cheque Mais Moradia e investimentos na área de saúde. “Foi muito importante estarmos aqui hoje com o governador. Estamos satisfeitos e otimistas. O governador demonstra estar preocupado com os municípios”, disse.

O prefeito de Palminópolis, Euripedes Custódio Borges, solicitou do governador ajuda para a construção de novas casas populares, asfalto urbano e reforma de praça. “A iniciativa do governador tem sido elogiada por todos os prefeitos, de qualquer partido. Marconi é um grande estadista que sempre agiu em defesa do Estado e dos municípios”, elogiou.

Vandeílson Gonçalves Lima, prefeito de Amaralina, solicitou recapeamento e pavimentação de estrada. Parabenizou o governador pela iniciativa de atender a todos os prefeitos. “O governador tem sido atencioso com todos. Temos convicção de que seremos atendidos em tudo aquilo que necessitamos. Reconhecemos as dificuldades do País e dos estados e temos certeza de que teremos a ajuda possível”, disse.

Divino Lemes, prefeito de Senador Canedo, solicitou atenção e parcerias para áreas importantes da administração, como Educação, Saúde, Mobilidade, Infraestrutura e desenvolvimento industrial.

Penúltimo a ser recebido na manhã desta quinta-feira, dia 26, o prefeito de Castelândia, Marcos Antônio Carlos, deixou ao governador como principal reivindicação, o pedido para a pavimentação de 15 quilômetros da ligação entre a cidade e Quirinópolis. Pediu ainda asfalto urbano, investimento na área de Saúde, reforma de escola municipal, reforma de hospital e reforma de Ginásio de Esporte. Ao final, avaliou a audiência como “positiva”. Para ele “o governador tem demonstrado estar disposto a nos ajudar. Ele tem se comprometido com isso e nós acreditamos na palavra dele”.

O último prefeito atendido na série de audiências foi Gilvander Alves Pereira, de Cromínia. Ao governador apresentou ofícios solicitando asfalto urbano, 120 casas populares, Cheque Mais Moradia – reforma -, caminhão coletor de lixo, um aparelho de ultrassom e um respirador para o Hospital Municipal. “Saio daqui muito satisfeito. O governador é muito atencioso e transmite segurança nos compromissos que faz. Acreditamos muito que vamos ser beneficiados nesses próximos dois anos que Marconi ainda tem pela frente”, afirmou.

Com informações do Goiás Agora

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757