Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: PRF/Divulgação
caminhaoexcesso
A Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou nesta segunda-feira (9) um caminhão transportando mais de 20 toneladas de carga acima da capacidade máxima permitida. O bitrem seguia do município de Vera/MT para Conceição do Jacuípe/BA, transportando milho a granel e foi parado para fiscalização na BR-060, em Abadiânia. Apesar do limite máximo de 74 mil quilos, a balança acusou o peso de 94.720.

Além do excesso de peso, o veículo excedia também a sua capacidade máxima de tração em mais de 15 toneladas, o que prejudica a frenagem do conjunto de cavalo-trator e reboques, que acarreta em risco a vida de quem transita nas rodovias. Mais do que o comprometimento da segurança na via, o peso excedente também danifica o pavimento e contribui para a deterioração da malha viária.

O caminhão estava com o vidro para-brisas danificado e as placas apagadas que, segundo o motorista, seriam para evitar multas de radar. O homem, de 45 anos, disse aos policiais não se importar com as multas aplicadas, que somadas com as já existentes custarão mais de R$ 36 mil, pois, segundo ele, “consegue derrubar tudo”.

Quando é flagrado o excesso de peso, a PRF autua com base no Código de Trânsito e, nos casos reincidentes, faz um boletim de ocorrência para o Ministério Público Federal (MPF) denunciando o crime de dano contra o patrimônio público devido aos desgastes provocados na malha viária. Nestes casos, o MPF responsabiliza os autuados civil e criminalmente, além de viabilizar acordos judiciais e extrajudiciais para o pagamento de multas e indenizações por danos materiais e morais, que serão aplicados na aquisição de bens e equipamentos utilizados na fiscalização.

O veículo foi retido no posto da PRF em Anápolis e só poderá seguir viagem após a realização do transbordo e a reparação de todas as irregularidades.

Foto: PRF/Divulgação
caminhaoexcessos

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757