Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Portal 730
elias
O vereador Elias Vaz (PSB) criticou a nomeação de Kleber Adorno para a Secretaria da Cultura por parte do prefeito Iris Rezende. O novo auxiliar do peemedebista responde na Justiça por processo do período em que ele ocupou a mesma pasta na gestão Paulo Garcia.

Em entrevista à Rádio 730, na manhã desta quarta-feira (4), Elias revelou que vai comunicar oficialmente o prefeito. "Eu vou fazer uma notificação extraoficial para informar ao prefeito que o secretário tem um processo na Justiça, até para que depois o prefeito não alegue que não tinha conhecimento," disse o parlamentar.

Ouça a entrevista completa com Elias Vaz:

Elias Vaz lembrou que foi o autor da denúncia contra Kleber Adorno. Segundo a denúncia, o secretário contratava empresas, que por sua vez, contratava artistas para eventos da prefeitura. A maior parte dos recursos ficava com os empresários. Um outro agravante é que uma das empresas era ligada a um auxiliar de Kleber.

O vereador defende que o secretário só seja punido depois que for julgado, mas defende que ele não pode ocupar a pasta respondendo a um processo justamente do período em que estava no mesmo cargo.

Eleição da Câmara

Elias Vaz votou contra a chapa aclamada para a mesa diretora da Câmara. O vereador do PSB justificou o posicionamento. "Eu votei contra porque eu acho discurso falacioso falar em nova política e representante do setor imobiliário coordenar reunião de grupo de vereadores," argumentou.

Segundo o parlamentar, o que há de novo na Câmara é o fato dos vereadores deixarem explícito a ligação com o setor imobiliário.

O vereador diz que está preocupado com o comportamento da mesa diretora neste ano em que será reformado o Plano Diretor de Goiânia.

Oposição

Elias Vaz entende que a oposição da Casa ainda não está definida. Segundo ele, a distribuição de cargos por parte do prefeito Iris Rezende vai influenciar na quantidade de membros. Inicialmente ele apontou apenas outros três parlamentares além dele como membros da oposição. O pequeno grupo é formado por Doutora Cristina (PSDB), Jorge Kajuru (PRP) e Priscilla Tejota (PSD).

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757