Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Iris Rezende em discurso de posse (Foto: Rubens Salomão/Portal 730)
irisdiscurso
O prefeito eleito Iris Rezende (PMDB) discursou emocionado neste domingo (1º) na solenidade de posse da prefeitura e dos vereadores de Goiânia. O evento foi realizado no teatro do centro de convenções da PUC Goiás, no Setor Parque Atheneu, em Goiânia.

Em sessão presidida por Jorge Kajuru (PRP) por ter sido o mais votado nas eleições em outubro, Iris destacou todas as áreas às quais deverá se dedicar na administração da capital e ressaltou os problemas vividos pelo município.

“Cabe a nós trabalharmos incansavelmente a partir de hoje para fazer valer a confiança depositada pelo povo. Goiânia está a esperar de nós ações firmes e contundentes em todas as áreas desta administração. Educação é uma prioridade verdadeira. Não há como pensar uma cidade digna com pessoas morrendo nos centros de Saúde. Isso precisa ter fim", pontuou.

Além de Educação e Saúde, o prefeito empossado destacou também questões como transporte público na capital e disse que dará mais atenção à população em situação de vulnerabilidade social, principalmente crianças, no combate às drogas, e idosos.

“O transporte público precisa de melhorias substanciais e o trânsito precisa de intervenções e melhorias urgentes. Vamos zelar melhor de Goiânia. Teremos atenção especial com os mais humildes. Precisamos tirar nossas crianças das ruas e do convívio com as drogas. Vamos nos dedicar a dar uma vida mais digna aos nossos idosos. Daremos transparência com a coisa pública, e com todos os nossos atos”, afirma.

Como já ocorreu nas administrações anteriores realizadas pelo peemedebista, Iris cobrou participação ativa da população, e não deixou de reiterar que fará mutirões nos bairros, e que conta com o apoio da comunidade goianiense. “Daremos transparência com a coisa pública, e com todos os nossos atos. Precisamos contar com a participação ativa da população”, discursou.

Iris Rezende Machado tem 83 anos e inicia seu quarto mandato à frente da Prefeitura de Goiânia. Geriu a capital em de 1966 a 1969 e depois de 2005 a 2008. Foi reeleito no mesmo ano e saiu em 2010 para disputar o governo do Estado, cargo que já ocupou por duas vezes, de 1983 a 1986 e de 1991 a 1994. No pleito estadual daquele ano, foi derrotado pelo atual governador Marconi Perillo (PSDB), fato que se repetiria em 2014.

Apesar de ter nascido em Cristianópolis, no centro-sul do estado, Iris encerrou o discurso de posse declarando amor pela capital. “Amo esta cidade. Com a mão direita sempre segurei nas mãos de Deus, e com a mão esquerda sempre segurei nas mãos do povo”, finalizou.

Eleição na Câmara Municipal

Em entrevista ao repórter Rubens Salomão, da 730, Iris comentou a eleição deste domingo (1º) a ser realizada na Câmara Municipal de Vereadores, na qual serão escolhidos o presidente e os demais componentes da Mesa Diretora. Iris afirma que espera um pleito tranquilo na Casa e fez elogios aos parlamentares empossados hoje.

 "Espero que a eleição seja tranquila. Os vereadores estão assumindo com espírito público muito elevado, entendendo a responsabilidade de condução daquele poder. Acredito que lá por volta das 10h de amanhã estaremos anunciando um bom números de auxiliares", comentou.

Gestão de Paulo Garcia

O prefeito eleito também comentou rapidamente sobre a gestão do prefeito Paulo Garcia (PT), que deve fazer a transferência da gestão ao peemedebista nesta segunda-feira (2).

Sobre administração de Paulo Garcia, que foi vice na última gestão de Iris e que assumiu em 2010, sendo reeleito em 2012, o peemedebista preferiu fazer referência aos fatos que soube por meio da imprensa. "A imprensa tem me dado informações sobre o caos que vive a administração municipal. Espero que tudo seja contornado. Sempre assumi o poder em situação difícil", argumentou Iris.

O PMDB de Iris Rezende rompeu relações com o PT de Paulo Garcia no final de 2015, seguindo o ocorrido em âmbito nacional com a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e o atual Michel Temer (PMDB), ex-vice da petista que foi destituída do cargo em processo de impeachment em agosto de 2016.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757