Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Reprodução/ Internet
waack
A Rede Globo de Televisão decidiu pelo afastamento do jornalista William Waack após a ‘viralização’ de um vídeo, no qual o apresentador aparece fazendo comentários, ao que tudo indica, de cunho racista.

Na gravação, datada de 2016, minutos antes de Waack aparecer ao vivo, ao lado do entrevistado Paulo Sotero, do Wilson Center, durante a cobertura das eleições norte-americanas, alguém buzina na rua. Irritado, o jornalista diz para o convidado: “É coisa de preto”.

O apresentador ainda não comentou o caso oficialmente, mas segundo a nota da Globo ele "afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza", mas pede desculpas a quem se sentiu ofendido. O jornal da Globo será apresentado por Renata Lo Prete.

A Globo se pronunciou sobre o caso por meio da seguinte nota:

"A Globo é visceralmente contra o racismo em todas as suas formas e manifestações. Nenhuma circunstância pode servir de atenuante. Diante disso, a Globo está afastando o apresentador William Waack de suas funções em decorrência do vídeo que passou hoje a circular na internet, até que a situação esteja esclarecida.

Nele, minutos antes de ir ao ar num vivo durante a cobertura das eleições americanas do ano passado, alguém na rua dispara a buzina e, Waack, contrariado, faz comentários, ao que tudo indica, de cunho racista. Waack afirma não se lembrar do que disse, já que o áudio não tem clareza, mas pede sinceras desculpas àqueles que se sentiram ultrajados pela situação.

William Waack é um dos mais respeitados profissionais brasileiros, com um extenso currículo de serviços ao jornalismo. A Globo, a partir de amanhã, iniciará conversas com ele para decidir como se desenrolarão os próximos passos"

Assista ao vídeo:

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757