Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Foto: Reprodução/Internet
celular
A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou 276.821 reclamações dos serviços de telecomunicações oferecidos no Brasil, em junho de 2017. No ano passado, haviam sido registradas 322.189 queixas no mesmo período, o que significa que houve uma redução de 14%. Os dados foram divulgados hoje (15).

O único serviço que teve mais reclamações quando comparado o mesmo mês de junho de 2016 e 2017 foi o de TV por assinatura, que passou de 40.468 para 41.237, um acréscimo de 1,9%. No caso da telefonia móvel, a queda foi de 15,6% (156.041 para 131.638).

Uma redução ainda maior foi registrada na telefonia fixa, de 21,9% (76.821 para 60.033). Na banda larga, os consumidores fizeram 46.866 reclamações em junho de 2016 e 41.997 no mesmo mês em 2017, uma queda percentual de 10,4%.

Segundo a Anatel, as principais reclamações em junho de 2017 foram relacionadas à cobrança nos serviços de telefonia móvel pós-paga (51,93%), TV por assinatura (49,37%) e telefonia fixa (37,29%). Na banda larga fixa, a qualidade dos serviços (46,60%) liderou esse ranking. Já na telefonia móvel pré-paga as queixas foram principalmente a créditos (49,57%).

Nos seis primeiros meses de 2017, foram registradas, ao todo, 1,770 milhão de reclamações. Os dados mostram que a redução é uma tendência, pois o balanço do número total de reclamações de janeiro a junho deste ano mostra redução em relação aos mesmos meses no ano passado.

O estado que acumulou maior número de queixas entre janeiro e junho deste ano foi São Paulo, com 547,5 mil. Depois estão Rio de janeiro (275,1 mil) e Minas Gerais (246,4 mil), distribuição que está relacionada ao amplo acesso aos serviços de telecomunicações nesses locais.

Operadoras

A Anatel também disponibilizou dados sobre as reclamações direcionadas às operadoras com atuação nacional. As operadoras de telefonia móvel Claro, Nextel, Oi, TIM e Vivo receberam, todas, menos queixas em junho de 2017 do que em junho de 2016. Na telefonia fixa, NET, Oi e Vivo também apresentaram desempenho crescente no período.

Em relação à TV por assinatura, SKY, Vivo e NET/Claro tiveram mais reclamações, ao passo que a Oi, menos. A NET foi a única das empresas de banda larga fixa consideradas na análise da Anatel que teve mais registros no mês considerado, em relação ao ano anterior. Os outros grupos considerados nesse quesito foram Oi e Vivo.

Da Agência Brasil

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757