Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail


Superintendente de Programas Educacionais Especiais da Seduce, Solange Andrade (Foto: Johann Germano/Portal 730)
educhoje
O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), lançou nesta terça-feira (8), no Teatro Goiânia, no Setor Central em Goiânia, a etapa estadual do Prêmio Gestão Escolar (PGE).

O projeto visa valorizar experiências bem-sucedidas dos gestores educacionais. Os primeiros colocados podem receber até R$ 60 mil em premiação.

Em entrevista à Rádio 730, no programa Cidadania em Destaque desta quarta-feira (9), a superintendente de Programas Educacionais Especiais, Solange Andrade, explica o objetivo do prêmio.

Ouça a entrevista na íntegra

“É uma iniciativa do Consed e busca homenagear e mostrar ao Brasil as práticas positivas que estão sendo realizadas em vários lugares do país. É um estímulo à melhoria da gestão das escolas públicas no Brasil da Educação Básica. Tem como objetivo contribuir para uma educação pública de qualidade, e estimular o desenvolvimento de uma gestão escolar democrática e eficaz, voltado o compromisso com o ensino, aprendizagem e com os resultados das avaliações externas”, frisa.

A superintendente destaca ainda a auto avaliação realizada pelo próprio gestor no momento da inscrição no projeto. “É o momento em que o gestor, ao fazer a sua inscrição, faz a sua auto avaliação. É um momento de repensar o que foi feito, quais os projetos pedagógicos que deram resultado. É um trabalho que ele faz junto com a comunidade, em que a escola passa pelo crivo de toda a comunidade. O que a escola fez de bom? Isso é que deve ser mostrado para o Brasil”, argumenta.

Todos os projetos inscritos serão analisados por uma equipe de seleção da Seduce. Os três melhores receberão prêmios em dinheiro, sendo R$ 30 mil para o primeiro, R$ 20 mil para o segundo e R$ 10 mil para o terceiro colocado.

As inscrições vão até o dia 14 de agosto e podem ser feitas pela internet, no site do PGE. Após acessar o site, o diretor deve preencher os formulários e explicar a ação desenvolvida na unidade de ensino e seu respectivo plano de ação.

A cerimônia que vai divulgar os vencedores ocorre no mês de outubro. O campeão regional classifica-se para a etapa nacional, onde concorrerá a mais um prêmio de R$ 30 mil. O campeão PGE 2017 deve ser conhecido em dezembro.

Atualmente a rede pública estadual é composta por 543.504 estudantes distribuídos entre os ensinos Fundamental e Médio. Em relação a 2016, o acréscimo foi de 42.657 novos alunos. O segundo semestre letivo se estenderá até o dia 22 de dezembro, totalizando 95 dias de aulas. O calendário de 2017 tem um total de 202 dias letivos.

O prêmio

Criado em 1998 pelo Conselho Nacional de Secretários da Educação (Consed), o Prêmio Gestão Escolar conta com apoio do Ministério da Educação (MEC) e tem como proposta reconhecer a eficiência e a competência do trabalho realizado pelos gestores escolares brasileiros. Goiás tem um histórico positivo de diretores da rede pública estadual que se destacaram tanto na fase regional quanto na nacional do PGE.

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757