Atlético Goianiensebrasao-goias-3Vila Nova
appleandroidtwitterfacebookyoutubeinsta-bordaemail

Foto: Eduardo Ferreira
marconiple
A presidente do Conselho Estadual da Juventude, Ava Santiago, ressaltou que o governador assinou nesta quinta-feira (9) e enviou à Assembleia Legislativa (Alego), junto com o projeto da ampliação do Passe Livre Estudantil para Anápolis e Rio Verde, a criação por lei do Conselho Estadual da Juventude e do Estatuto da Juventude. “Isso garante que, seja qual for o governante no futuro, ele não poderá extinguir o Conselho da Juventude”, disse Ava. 

Santiago afirmou ainda que o gesto do governador não se resume apenas na interiorização do Passe Livre Estudantil, mas no apoio à mobilidade juvenil e no acesso ao conhecimento. “Pesquisa do Ipea mostrou que 1% a mais de estudantes na escola representam 2% a menos na criminalidade”, sustentou 

O superintendente Estadual de Juventude, Leonardo Felipe, ressaltou o esforço pessoal do governador para garantir tamanha conquista para os estudantes goianos. Por isso, ressaltou, Goiás é hoje referência nacional em políticas afirmativas pelo bem estar da juventude.

Ao anunciar a ampliação do Passe Livre Estudantil (PLE) para Anápolis e Rio Verde – os dois primeiros municípios fora da Grande Goiânia a receber o benefício –, o governador Marconi Perillo disse que vai manter firmes as rédeas com o gasto público para promover a cidadania, em especial a juventude. "Vamos continuar fazendo um governo austero para promover a juventude", afirmou, sob aplausos, durante reunião de trabalho para detalhar a extensão do PLE para o interior, no Auditório Mauro Borges, com plateia formada em sua maioria por estudantes.

Para ele, é “dever moral e intelectual” do gestor público investir em Educação, apoiar os hipossuficientes – as camadas mais humildes da sociedade. Marconi e o secretário de Estado de Governo, Tayrone Di Martino, assinaram durante o encontro o Projeto de Lei que será enviado na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, estendendo o benefício para Anápolis e Rio Verde, nos mesmos moldes do que existe hoje na Região Metropolitana de Goiânia.

Além de considerar hoje um dia “grande satisfação” e uma “conquista fantástica” para o futuro da juventude goiana, governador ressaltou que a política de austeridade pelo crescimento permite que o Estado direcione suas ações para democratizar as oportunidades para todas as pessoas. “Governar é fazer escolha. Governar com seriedade é fazer as melhores escolhas”, sustentou.

Na solenidade, o governador aproveitou para fazer um desabafo. Disse que desde cortou cargos comissionados no Estado, tem sido procurado constantemente por pessoas pedindo emprego. “É desonesto empregar alguém e a pessoa não ter qualidade ou compromisso com o que faz”, disse Marconi, ao enfatizar que chega até ser “desumano” um governante nomear alguém que só aparece para receber o salário. Isso, reforçou, não é admitido em seu governo.

O secretário de Governo, Tayrone Di Martino, explicou que, em Anápolis, 15 mil estudantes serão beneficiados pelo Passe Livre Estudantil  e 5 mil em Rio Verde. Segundo ele, a meta do governo é interiorizar o programa. As próximas cidades a serem contempladas serão Jataí e Catalão e o programa também será lançado em breve no Entorno de Brasília.

Tayrone explicou ainda os estudantes já contam com desconto de 50% na tarifa e o Estado se encarrega dos outros 50%, com o compromisso de universalidade do benefício. Em Anápolis e Rio Verde, o valor do subsídio garantido pelo governo estadual deverá somar R$ 747 mil mensais. Segundo o secretário, para ter acesso ao programa, o município precisa ter transporte coletivo com uso de bilhetes eletrônicos. Esta semana, adiantou, agendou reunião na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), em Brasília, na perspectiva de ampliar o Passe Livre Estudantil nos municípios do Entorno de Brasília.

Com informações do Goiás Agora

Ouça a 730
apple android
(62) 98400-1757